Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Characterization of digestive enzymes from captive Brazilian flounder Paralichthys orbignyanus / Caracterização de enzimas digestivas do linguado brasileiro de cativeiro Paralichthys orbignyanus

Candiotto, F. B; Freitas-Júnior, A. C. V; Neri, R. C. A; Bezerra, R. S; Rodrigues, R. V; Sampaio, L. A; Tesser, M. B.
Braz. J. Biol.; 78(2): 281-288, maio-ago. 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-735332

Resumo

Knowledge of specific enzyme activity, along with animal habits and digestive capacity is essential in formulating an appropriate diet for any species. In this study, we evaluated and characterized the activity of digestive enzymes present in the liver, intestine, and stomach of Paralichthys orbignyanus. The effects of pH and temperature on enzyme activity were also evaluated via the use of specific substrates. The use of specific substrates and inhibitors showed strong evidence of the presence of trypsin (BApNA= 0.51 ± 0.2 mU mg-¹), chimotrypsin (SApNA= 2.62 ± 1.8 mU mg-¹), and aminopeptidases (Leu-p-Nan =0.9709 ± 0.83 mU mg-¹) in the intestine. Optimum pH for the activity of trypsin, chemotrypsin, leucino aminopeptidase, amilase, and pepsin were 9.5, 9.0, 8.0, 7.5, and 3.5, respectively, while optimum temperatures were 50, 50, 50, 40, and 45 °C, respectively. These results provide additional information regarding the biology of Brazilian flounder and can be used as a basis for further studies regarding fish feeding physiology.(AU)
O conhecimento da atividade enzimática é essencial para formular uma correta dieta específica para espécie, além de estarem correlacionadas com o hábito da alimentação e capacidade digestive. Neste estudo determinamos e caracterizamos a atividade enzimática presente no intestino, estômago e fígado do linguado Paralichthys orbignyanus. Os efeitos da temperatura e pH sobre a atividade enzimática também foram avaliados utilizando substratos específicos. O uso de substratos e inibidores específicos mostrou uma forte evidência da presença da tripsina (BApNA = 0,51 ± 0,2 mU mg-¹), quimotripsina (SAPNA = 2,62 ± 1,8 mU mg-¹), e as aminopeptidases (Leu-p-Nan = 0,97 ± 0,83 mU mg-¹) no intestino. O pH ótimo observado para a atividade de tripsina, quimotripsina, leucino aminopeptidase, amilase e pepsina foi 9,5, 9,0, 8,0, 7,5 e 3,5, respectivamente. A temperatura ótima observada foi 50, 50, 50, 40 e 45 °C, respectivamente. Estes resultados fornecem informações adicionais sobre a biologia do linguado brasileiro e pode ser usado como base para novos estudos sobre fisiologia alimentar.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1