Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Lactobacillus paracasei probiotic properties and survivability under stress-induced by processing and storage of ice cream bar or ice-lolly / Propriedades probióticas e sobrevivência de Lactobacillus paracasei sobre estresse induzido pelo processamento e armazenamento em picolé a base de leite ou água

Guerra, André Fioravante; Lemos Junior, Wilson José Fernandes; Santos, Geraldo Oliveira dos; Andrighetto, Christian; Gianomini, Alessio; Corich, Viviana; Luchese, Rosa Helena.
Ci. Rural; 48(9): e20170601, 2018. ilus, tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-736470

Resumo

Probiotics are live microorganisms which, when administered in adequate amounts, confer a health benefit on the host. The aim of this study was to identify genotypically lactobacilli strains isolated from newborn stools and selecting strain based on probiotic properties (gastrointestinal tolerance, antibiotic susceptibility, inhibition of pathogen biofilm formation, absence of alfa or gamma-blood hemolysis, and lysozyme sensibility) and technological properties of surviving either in ice cream bar or ice-lolly. Reduction of 1.2log cfu ml-1 of the Lactobacillus paracasei strain was observed after exposure through in vitro gastrointestinal conditions. It inhibited biofilms of Escherichia coli, Salmonella Typhimurium and Candida albicans by mechanisms of competition, exclusion and displacement, and was resistant up to 3000μg ml-1 of egg white lysozyme. It presented neither alfa nor gamma-hemolysis or was antibiotic resistant to usual antibiotics for human use. Microbial survivability in ice cream bar or ice-lolly was assessed up to 21 days of storage at -18°C. Viability was maintained in ice cream bar, but there was a reduction of almost 2.0logs in ice-lolly.(AU)
Probióticos são microrganismos vivos que, quando administrados em quantidade adequadas, conferem benefícios à saúde do hospedeiro. O objetivo desta pesquisa foi identificar genotipicamente lactobacilos isolados de material fecal de recém-nascidos, assim como selecionar uma cepa com base em suas propriedades probióticas (tolerância às condições gastrointestinais, susceptibilidade à antibióticos, inibição da formação de biofilmes por microrganismos patogênicos, ausência de hemólise alfa ou gama e sensibilidade à lisozima) e tecnológicas de sobrevivência em picolé à base de água ou leite. Houve redução de 1,2log ufc ml-1 do isolado identificado como Lactobacillus paracasei após passagem pelas condições gastrointestinais in vitro. Esta cepa inibiu a formação de biofilmes de Escherichia coli, Salmonella Typhimurium e Candida albicans pelos mecanismos de competição, exclusão e desacoplamento e apresentou resistência até 3000μg ml-1 frente a lisozima de ovo. Entre os aspectos de segurança, a cepa não apresentou hemólise alfa ou gama e não foi resistente a antibióticos comumente ministrados em humanos. A sobrevivência microbiana em picolé a base de água ou leite foi analisada ao longo de 21 dias de estocagem a -18°C. Houve manutenção da viabilidade no produto à base de leite, mas naquele à base de água, ocorreu redução de quase 2,0logs.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1