Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Occurrence of toxigenic Escherichia coli in raw milk cheese in Brazil / Ocorrência de Escherichia coli toxigênica em queijo-de-minas frescal no Brasil

Paneto, B. R; Schocken-Iturrino, R. P; Macedo, C; Santo, E; Marin, J. M.
Arq. bras. med. vet. zootec; 59(2): 508-512, abr. 2007. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-7384

Resumo

The occurrence of toxigenic Escherichia coli in raw milk cheese was surveyed in Middle Western Brazil. Fifty samples of cheese from different supermarkets were analyzed for E.coli. The isolates were serotyped and screened for the presence of verotoxigenic E. coli (VTEC) and enterotoxigenic E. coli (ETEC) by Polymerase Chain Reaction (PCR). The susceptibility to thirteen antimicrobial agents was evaluated by the disk diffusion method. E.coli were recovered from 48 (96.0 percent) of the samples. The serogroups identified were O125 (6.0 percent), O111 (4.0 percent), O55 (2.0 percent) and O119 (2.0 percent). Three (6.0 percent) and 1(2.0 percent) of the E.coli isolates were VTEC and ETEC, respectively. Most frequent resistance was observed to the following antimicrobials: cephalothin (60.0 percent), nalidixic acid (40.0 percent), doxycyclin (33.0 percent), tetracycline (31.0 percent) and ampicillin (29.0 percent).(AU)
Pesquisou-se a ocorrência de Escherichia coli toxigênica, em queijo produzido com leite não pasteurizado, na Região Centro Oeste do Brazil. Foram utilizados 50 queijos adquiridos em diferentes supermercados. As amostras isoladas foram classificadas por sorogrupo, avaliadas em relação à sensibilidade para 13 agentes antimicrobianos e submetidas à reação em cadeia da polimerase para a presença de genes característicos de E. coli verotoxigênica (VTEC) e enterotoxigênica (ETEC). E. coli foi recuperada em 48(96,0 por cento) dos queijos. Foram identificados os sorogrupos O125 (6,0 por cento), O111 (4,0 por cento), O55 (2,0 por cento) e O119 (2,0 por cento). Três (6,0 por cento) amostras de E. coli foram classificadas como VTEC e uma (2,0 por cento) como ETEC. Os maiores índices de resistência foram verificados para: cefalotina (60,0 por cento), ácido nalidíxico (40,0 por cento), doxiciclina (33,0 por cento), tetraciclina (31,0 por cento) e ampicilina (29,0 por cento).(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1