Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Number of leaves for modelling the leaf area of velvet bean according to leaf dimensions / Número de folhas para modelar a área foliar de mucuna cinza por dimensões foliares

Cargnelutti Filho, Alberto; Toebe, Marcos; Burin, Cláudia; Neu, Ismael Mario Marcio; Alves, Bruna Mendonça.
R. Ci. agrovet.; 17(4): 571-578, 2018. ilus, graf, tab
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-738588

Resumo

In order to obtain reliable models for estimating the leaf area, it is important that parameter estimates be accurate and, for that, they must be generated based on an appropriate number of leaves. The objective of this research was to determine the number of leaves required to model the leaf area of velvet beans (Stizolobium cinereum) as determined by digital photos (Y) with regard to the width of the central leaflet limb of the leaf (x), using a potency model (Y=axb), generated through iterative process. In six periods of culture development (29, 43, 57, 73, 87 and 101 days after emergence) were collected, randomly, 790 leaves. Each leaf is composed of left, center and right leaflets. The width of the central leaflet (x) was measured and leaf area (the leaf area sum of the left, center and right leaflets) was determined through the method of digital photos (Y). The number of leaves, necessary for estimating parameters a and b of the potency model and the coefficient of determination (R2), was determined by resampling, with replacement. In the case of the velvet bean, the potency model (=4.4019x1.8697, R2=0.9821) based on the width of the central leaflet (x) is adequate to estimate the leaf area obtained through digital photos (Y). Measuring 240 leaves is sufficient to build accurate potency models of the velvet bean leaf area determined by digital photos (Y) with regard to the width of the central leaflet limb of the leaf (x).(AU)
Para modelos fidedignos de estimação de área foliar, é importante que as estimativas de seus parâmetros sejam precisas, e, para isso, devem ser geradas com número adequado de folhas. O objetivo deste trabalho foi determinar o número de folhas necessário para modelar a área foliar de mucuna cinza (Stizolobium cinereum) determinada por fotos digitais (Y), em função da largura do limbo do folíolo central da folha (x), por meio do modelo potência (Y=axb), gerado por processo iterativo. Em seis períodos de desenvolvimento da cultura (29, 43, 57, 73, 87 e 101 dias após a emergência) foram coletadas, aleatoriamente, total de 790 folhas. Cada folha é composta pelos folíolos esquerdo, central e direito. Foi mensurada a largura do limbo do folíolo central (x) e determinada a área foliar (soma da área dos folíolos esquerdo, central e direito) por meio do método de fotos digitais (Y). O número de folhas, necessário para a estimação dos parâmetros a e b do modelo potência e do coeficiente de determinação do modelo (R2), foi determinado por reamostragem, com reposição. Em mucuna cinza, o modelo potência (=4,4019x1,8697, R2=0,9821) da largura do limbo do folíolo central (x) é adequado para estimar a área foliar obtida por fotos digitais (Y). Mensurar 240 folhas é suficiente para construção de modelos precisos do tipo potência, da área foliar de mucuna cinza determinada por fotos digitais (Y) em função da largura do limbo do folíolo central da folha (x).(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1