Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Growth-promoting bacteria change the development of aerial part and root system of canola / Bactérias promotoras de crescimento alteram o desenvolvimento da parte aérea e sistema radicular da canola

Gomes, Diego Genuário; Radi, Antonio José; Aquino, Gisele Silva de.
Semina Ci. agr.; 39(6): 2375-2384, nov.-dez. 2018. graf
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-738695

Resumo

Plant growth promoting rhizobacteria (PGPR) are soil bacteria that have the ability to colonize the rhizosphere and favor the growth of plants through several mechanisms, such as phytohormone production, biological fixation in nitrogen (BNF), increased efficiency in uptake of nutrients in the soil, and greater tolerance to water stress or disease attack. The objective of this work was to evaluate the effects of inoculation of different growth promoting bacteria on the development of canola plants. The experiment was conducted in a greenhouse with a completely randomized design. Four treatments were evaluated: control - without inoculation, Azospirillum brasilense of strain Ab-V5, Rhizobium sp. strain 8121, and Bacillus sp. strain CM. The height parameter of plants was evaluated weekly, starting at 25 days after sowing (DAS). At the end of the evaluations, at 53 DAS, the length of the main root, the dry mass of the aerial part and the root system were measured. The canola showed a linear increase in height from 25 to 53 DAS. Bacillus sp. negatively influenced the growth of the plants, reducing their height in periods 25, 32 and 39 DAS in relation to the control group. A. brazilense. yielded 2.64 times more dry root mass (0.7 g plant-1) than the control plants (0.3 g plant-1). Even though Rhizobium sp. produced an increase in the length of the main root, this was not reflected in an increment of dry mass in the root system. The greatest development of the root system was provided by A. brazilense.(AU)
As rizobactérias promotoras de crescimento de plantas (PGPR) são bactérias do solo que possuem a capacidade de colonizar a rizosfera e favorecem o crescimento das plantas através de diversos mecanismos, tais como produção de fitohormônios, a fixação biológica no nitrogênio (FBN), aumento da eficiência na captação de nutrientes do solo, maior tolerância ao stress hídrico ou ao ataque de doenças. Objetivou-se nesse trabalho avaliar os efeitos da inoculação de diferentes bactérias promotoras de crescimento sobre o desenvolvimento da parte aérea e sistema radículas de plantas canola. O experimento foi realizado em condições de casa de vegetação com delineamento inteiramente casualizado. Foram avaliados quatro tratamentos: controle - sem inoculação, Azospirillum brasilense da estirpe Ab-V5, Rhizobium sp. estirpe 8121, Bacillus sp. estirpe CM. O parâmetro altura de plantas foi avaliado semanalmente, iniciando-se aos 25 dias após a semeadura (DAS). No término das avaliações, aos 53 DAS, foram mensurados o comprimento da raiz principal, a massa seca da parte aérea e do sistema radicular. A canola apresentou aumento em altura dos 25 aos 53 DAS. Bacillus sp. influenciou negativamente o crescimento das plantas, reduzindo a altura das mesmas nos períodos 25, 32 e 39 DAS em relação ao controle. A. brazilense proporcionou 2.64 vezes mais massa seca de raízes (0,7 g planta-1) em comparação ao controle (0,3 g planta-1). O Rhizobium sp. apesar de proporcionar aumento no comprimento da raiz principal, este não refletiu em incremento de massa seca no sistema radicular. O maior desenvolvimento do sistema radicular foi proporcionado por A. brazilense.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1