Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Physicochemical and sensory characterization of gluten-free fresh pasta with addition of passion fruit peel flour / Características físico-químicas e sensoriais de massa alimentícia fresca sem glúten com adição de farinha de casca de maracujá

Ribeiro, Taís Helena Santos; Bolanho, Beatriz Cervejeira; Montanuci, Flávia Daiana; Ruiz, Suelen Pereira.
Ci. Rural; 48(12): e20180508, 2018. ilus, tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-738731

Resumo

The aim of this study was to develop a gluten-free fresh pasta formulation with addition of yellow passion fruit peel flour (PPF). A control formulation containing a mixture of rice flour and corn flour and formulations with 10 and 20% of PPF addition were produced. Sensory analysis, physicochemical characterization and technological properties were assessed. The PPF addition to gluten-free pasta increased cooking time, soluble solids loss and water absorption; it also modified the color of the formulations. The control formulation and the formulation containing 10% PPF had the best sensory parameters, leading to an acceptability index over 70%. The 10% PPF addition increased fiber (3.25%) and ashes (2.15%) content and also lowered percentage of carbohydrates (41.19%) and energy value (223.26 kcal/80g); content of proteins and lipids were similar between the formulations. Principal component analysis showed that the control formulation stands out due to its sensory properties while the formulation containing 10% PPF improved nutritional properties. Therefore, the increase in nutritional value of gluten-free fresh pasta due to the PPF addition can be considered an alternative to meet market demands for healthier food choices.(AU)
O objetivo deste estudo foi desenvolver massa alimentícia fresca sem glúten com adição de farinha de casca de maracujá amarelo (FCM). Uma formulação controle composta de uma mistura de farinha de arroz e farinha de milho, e formulações com adição de 10 e 20% de FCM foram produzidas. As amostras foram analisadas quanto às características sensoriais, físico-químicas e tecnológicas. A adição de FCM às formulações aumentou o tempo de cozimento, a perda de sólidos solúveis e a absorção de água, bem como, modificou os parâmetros de cor. As formulações que apresentaram melhores resultados, quanto aos atributos sensoriais, foram o controle e a que continha 10% de adição de FCM, que apresentaram índice de aceitabilidade acima de 70%. A adição de 10% de FCM aumentou o teor de fibras (3,25%) e cinzas (2,15%) e reduziu a porcentagem de carboidratos (41,19%) e o valor energético (223,26 kcal/80g), enquanto o teor de proteínas e lipídios foi semelhante entre formulações. A análise de componentes principais demonstrou que a amostra controle se destacou por suas propriedades sensoriais, enquanto a adição de 10% de FCM promoveu as propriedades nutricionais. Portanto, o aumento do valor nutricional da massa fresca sem glúten produzida com adição de FCM pode ser considerada uma alternativa para atender uma demanda crescente do mercado que busca escolhas alimentares mais saudáveis.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1