Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Nutritional composition of pre-dried silage of different winter cereals / Composição nutricional da silagem pré-secada de diferentes cereais de inverno

Horst, Egon Henrique; Neumann, Mikael; Mareze, Juliana; Leão, Guilherme Fernando Mattos; Bumbieris Júnior, Valter Harry; Mendes, Marcelo Cruz.
Acta Sci. Anim. Sci.; 40: e42500-e42500, 2018. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-738822

Resumo

This study aimed to assess the chemical composition of the forage and pre-dried silage from twelve winter cereals harvested at pre-flowering. We used black oat (Avena strigosa) cv. EMB 139 and cv. IAPAR 61; white oat (Avena sativa) cv. IPR and 126 hp. URS Taura; barley (Hordeum vulgare) cv. BRS Brau and cv. BRS Cauê; wheat (Triticum aestivum) cv. BRS Umbu and cv. BRS Tarumã; rye (Secale cereale) cv. Temprano and cv. BRS Serrano; and triticale (X. Triticosecale) cv. IPR and 111 hp. BRS Saturno. Plants were harvested at pre-flowering, when they were pre-dried and ensiled. The analysis of variance evidenced nutritional differences between species and cultivars. Triticale cv. IPR 111 showed notorious chemical characteristics in relation to the other treatments, highest protein content (113.7 g kg-1) and lower content of NDF and ADF (657.9 and 380.9 g kg-1, respectively). Among the pre-dried silages, barley cv. BRS Cauê had the highest level of NDT (614.7 g kg-1). Triticale cv. IPR 111 was shown as a high-quality nutritional food as forage and kept these characteristics after conservation. On the other hand, the pre-dried silage of barley cv. BRS Cauê showed the highest potential for nutrient degradability.(AU)
Esse estudo objetivou avaliar a composição bromatológica da forragem e da silagem pré-secada de doze cereais de inverno colhidos em estádio de pré-florescimento. Utilizou-se aveia preta (Avena strigosa) cv. EMB 139 e cv. IAPAR 61, aveia branca (Avena sativa) cv. IPR 126 e cv. URS Taura, cevada (Hordeum vulgare) cv. BRS Brau e cv. BRS Cauê, trigo (Triticum aestivum) cv. BRS Umbu e cv. BRS Tarumã, centeio (Secale cereale) cv. Temprano e cv. BRS Serrano e triticale (X Triticosecale) cv. IPR 111 e cv. BRS Saturno. A colheita ocorreu quando as plantas atingiram estádio de pré-florescimento, onde foram pré-murchadas e ensiladas. O triticale cv. IPR 111 apresentou características químicas notórias em relação aos demais tratamentos, tendo o maior teor de proteína bruta (113,7 g kg-1) e os menores teores de FDN e FDA (657,9 e 380,9 g kg-1, respectivamente). Dentre as silagens pré-secadas a cevada cv. BRS Cauê apresentou a maior concentração de NDT (614,7 g kg-1). O triticale cv. IPR 111 se mostrou como um alimento de alta qualidade nutricional enquanto forragem, e manteve essas características após conservação. Já a silagem pré-secada da cevada cv. BRS Cauê apresentou o maior potencial de degradabilidade de nutrientes.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1