Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Sexual behavior of "morada nova" breeding sheep under semi-intensive rearing during the mating season in the brazilian semiarid / Comportamento sexual de reprodutores ovinos morada nova durante estação reprodutiva no semiárido em sistema de criação semi-intensiva

Santos, Luana de Fátima Damasceno dos; Pimenta Filho, Edgard Cavalcanti; Saraiva, Edilson Paes; Furtado, Dermeval Araújo; Pereira, Walter Esfrain; Costa, José Henrique Souza.
Semina Ci. agr.; 38(6): 3657-3668, Nov.-Dec.2017. ilus, tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-738890

Resumo

This study aimed to evaluate the sexual behavior of "Morada Nova" breeding sheep reared in the Brazilian semi-arid during dry and rainy seasons in a semi-intensive system. The behavioral data were gathered from 4 rams and 114 ewes, among which 55 during the rainy season and the other 59 females in the dry season. The behavioral observations were conducted from 6 am to 5 pm, during both periods. The observations were carried out continuously and split into "event" (execution frequency) and "state" (execution time). During the rainy season, the breeding sheep showed the most efficient sexual behavior, with a shorter reaction time (RT) and less frequent mount attempts (MA), being of 122 sec and 2.97, respectively. However, throughout the dry period, some sexual behaviors such as sniffing the urogenital of females (SUF), penis exposure (EXP), head tossing (HT), and courting of females (FC) became more frequent, mainly in the afternoon, as with the flehmen response (FR). Male courting behavior was more evident in the rainy season during the end of the day, remaining less active during the dry period. Sexual behavior intensity in "Morada Nova" sheep varies throughout the day, especially in the dry season.(AU)
Objetivou-se a partir desse trabalho avaliar o comportamento sexual de reprodutores ovinos da raça Morada Nova criados no semiárido brasileiro, durante períodos seco e chuvoso, em criação semi-intensiva. Os dados comportamentais foram coletados a partir de 4 carneiros frente a114 fêmeas, 55 fêmeas durante período chuvoso e 59 no período seco. As observações foram realizadas para ambos períodos, das 06h00 às 17h00, totalizando 11 horas de avaliação diária. Os comportamentos foram obtidos de forma contínua e classificadas como ‘evento (frequência de execução) e ‘estado (tempo de execução). Durante o período chuvoso, os reprodutores mostraram comportamentos sexuais mais eficientes resultando em menor tempo de reação (TR) e menor frequência de tentativas de monta (NST)com 122s e 2,97, respectivamente. Em contrapartida, durante o período seco os comportamentos sexuais: cheirar a região urogenital da fêmea (CRUF), exposição do pênis (EXP), cabecear (CAB) e cortejar fêmeas (COR) foram acentuados, com ênfase durante o turno da tarde aliado ao reflexo de flehmen (RF). Os machos expressaram comportamentos sexuais de cortejo mais evidente no período chuvoso nos turnos finais de avaliação, em contrapartida, permaneceram sem atividade sexual mais frequente durante período seco. A intensidade das condutas comportamentais sexuais dos carneiros Morada Nova varia ao longo do dia, principalmente no período seco.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1