Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Diversity of mites in blackberry genotypes in Pelotas, Rio Grande do Sul, Brazil / Diversidade de ácaros em genótipos de amoreira-preta em Pelotas, Rio Grande do Sul

Trinidad, Claudia Teresita Olmedo; Fagundes, João Pedro; Zorzo, Bruno; Nava, Dori Edson; Cunha, Uemerson Silva da.
Ci. Rural; 49(2): e20170734, Mar. 11, 2019. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-740541

Resumo

Blackberry is part of the small-fruit group and the blackberry cultivation area is expanding as an important option for small farmers using the agroecological production system. Mites are prominent among the worlds major crop pests, as they can affect plants from growth to fruiting. The objective of this study was to evaluate the occurrence of phytophagous and predatory mites in different blackberry genotypes in the municipality of Pelotas, RS, Brazil. This study was carried out in the period Nov. 2015 - Oct. 2016, totaling 14 samples. A total of 11,158 mites were collected [phytophagous (5940) and predatory (323) mites, and those with varied feeding habits (4895)], which were distributed in 8 families. The species Neotetranychus asper (Feres & Flechtmann, 2000), Diptacus rubuscolum (Trinidad, Duarte & Navia, 2018), and Acalitus orthomerus (Keifer, 1951) had highest occurrence. According to the faunistic classification, the N. asper phytophagous species is predominant in genotypes 128 and 178; whereas, D. rubuscolum is predominant in genotype 132. Monitoring of these genotypes is recommended to detect possible damage to the crop.(AU)
A amoreira-preta faz parte do grupo das pequenas frutas e sua área de cultivo está em plena expansão, sendo uma opção importante para os pequenos agricultores que usam o sistema de produção agroecológico. Os ácaros destacam-se dentre as principais pragas da cultura em nível mundial, pois eles podem comprometer desde o crescimento das plantas até sua frutificação. O objetivo desta pesquisa foi estudar a ocorrência de ácaros fitófagos e predadores em diferentes genótipos de amoreira preta no município de Pelotas, RS, Brasil. Este estudo foi realizado no período novembro de 2015 a outubro de 2016, totalizando 14 amostragens. Um total de 11.158 ácaros coletou-se (5.940 ácaros fitófagos, 323 ácaros predadores, e 4.895 ácaros de alimentação variada), que estavam distribuídos em oito famílias. As espécies Neotetranychus asper (Feres & Flechtmann, 2000), Diptacus rubuscolum (Trinidad, Duarte & Navia, 2018), e Acalitus orthomerus (Keifer, 1951) tiveram maior ocorrência. De acordo com a classificação faunística, a espécie fitófaga N. asper é predominante nos genótipos 128 e 178, enquanto a espécie D. rubuscolum é predominante no genótipo 132. Monitorar esses genótipos é recomendado para detectar possíveis danos à cultura.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1