Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Records of breeding in Wilsons Plover Charadrius wilsonia with new localities for Brazil

Andrade, L. P.; Lyra-Neves, R. M.; Andrade, H. M. L. S.; Albuquerque, U. P.; Siqueira, A. J. S.; Guzzi, A.; Telino-Júnior, W. R..
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-741706

Resumo

Abstract Wilsons Plover, Charadrius wilsonia, is widely distributed in coastal areas of the Americas. This report presents the first record of breeding in this species on Coroa do Avião Island, on the coast of Pernambuco, and in the estuary of the Cardoso and Camurupim rivers, on the coast of Piauí, in northeastern Brazil, extending the known area of reproduction of this species in this region. One breeding pair was observed on October 29th 2014 on Coroa do Avião Island, and a second pair was recorded on April 6th 2016 in the Cardoso/Camurupim estuary on the Piauí coast. Both the male and the female contributed to the incubation of the eggs. The nest on Coroa do Avião island was camouflaged by the local vegetation, but despite this, the eggs were attacked by a predator. Possible predators observed on the island included Caracara plancus and domestic cats and dogs.
Resumo Charadrius wilsonia (Wilsons Plover) está amplamente distribuído pela costa das Américas. Este é o primeiro registro de reprodução no litoral de Pernambuco, Coroa do Avião, e no estuário dos rios Cardoso e Camurupim, litoral do Piauí, Brasil, ampliando a área de reprodução no Nordeste do Brasil. Foi encontrado um casal em período reprodutivo em 23 de outubro de 2014 na ilha Coroa do Avião, litoral de Pernambuco e outro registro em 06 de abril de 2016 nos estuários Cardoso e Camurupim, litoral do Piauí. Foi observado que o macho e a fêmea contribuem na incubação dos ovos. A vegetação na ilha contribui para a camuflagem do ninho, bem como na proteção dos ovos pelos predadores. Apesar da proteção ocorreu a predação do ninho na ilha Coroa do Avião. Alguns possíveis predadores foram registrados na ilha, como Caracara plancus que diariamente frequentam a área e animais domésticos como cães e gatos.
Biblioteca responsável: BR68.1