Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Ethnodirigid study of Medicinal plants used by the population assisted by the Programa de Saúde da Família (Family Health Program) in Marechal Deodoro - AL, Brazil

Melro, J. C. Lima; Fonseca, S. A.; Silva Júnior, J. M.; Franco, S. P. B.; Souza, M. A.; Costa, J. G.; Matos-Rocha, T. J.; Santos, A. F..
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-742809

Resumo

Abstract This study aimed to assess diagnosis of Unique Health System (SUS) users profile with regard to herbal medicine. This is a cross-sectional study with observational data collection conducted in the city of Marechal Deodoro, through a semi-structured questionnaire with questions related to socioeconomic data, use, and knowledge of medicinal plants and herbal medicines and satisfaction with the use of medicinal herbs (MH) and interactions of phytotherapeutic drugs (PD). Among the topics, 86.89% of users used herbal medicines often, especially lemon balm (Melissa officinalis L.). It was also observed that the plants are generally used as a sedative (21.74%) and as tea (87.84%). 82.32% of respondents claim to have acquired the knowledge of herbal medicine through a family member and 85.36% make use of medicinal plants without having received any information on the use of MH and PD. 61% of the plants described that coincided with the form of use and therapeutic properties found in the literature. With regard to satisfaction by treatment with MH and PD, it was found that 56.67% are satisfied. Therefore, it is necessary to pay attention to this aspect of usage, in order to avoid possible drug interactions or adverse reactions resulting from the incorrect use.
Resumo Este trabalho teve como objetivo conhecer perfil diagnóstico de usuários do SUS com relação à fitoterapia. Trata-se de um estudo observacional transversal, com coleta de dados realizada no Município de Marechal Deodoro, por meio de um questionário semi-estruturado com perguntas relativas a dados socioeconômicos, utilização e conhecimentos sobre plantas medicinais e fitoterápicos e satisfação com o uso de plantas medicinais (PM) e medicamentos fitoterápicos (MF). Entre os usuários abordados, 87,08% utilizam plantas medicinais frequentemente, principalmente a erva cidreira (Melissa officinalis L.). Também foi observado que as plantas são geralmente usadas como calmante (16,05%) e na forma de chá (68,35%). 82,51% dos entrevistados afirmam ter adquirido o conhecimento sobre fitoterapia através de algum familiar e 85,56% fazem uso das PM e MF sem ter recebido algum tipo de informativo sobre o seu uso. 61% das plantas descritas pelos usuários teve seu uso e terapêutica coincidente com o citado em literatura específica. Com relação a satisfação através do tratamento com PM e MF observou-se que 56,80% estão satisfeitos. O uso de plantas medicinais por parte dos usuários é bastante frequente, principalmente pelo conhecimento acumulado ao longo de gerações. Portanto, se faz necessária maior atenção a esse aspecto de utilização, visando evitar possíveis reações adversas advindas do uso incorreto.
Biblioteca responsável: BR68.1