Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Seletividade de inseticidas a alguns dos inimigos naturais na cultura do algodão

Diamantino, Elizio Pereira; Castellani, Maria Aparecida; Forti, Luiz Carlos; Moreira, Aldenise Alves; José, Alcebíades Rebouças São; Macedo, Juliana Alves de; Oliveira, Fabiano de Sousa; Silva, Bruna Santos.
Arq. Inst. Biol.; 81(2)2014.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-742975

Resumo

The aim of this work was study the selectivity of insecticides in favor of natural enemies in cotton (Gossypium hirsutum latifolium Hurtch Lr), DeltaOpal cultivar, in the city of Malhada (BA), and to know the associated beneficial fauna. The study was conducted at the agricultural year of 2010/2011. The design was conducted in randomized blocks with six treatments and four replications. The treatments were: (1) Fipronil 200 SC (0.38 L.ha-1); (2) Alphacypermethrin 100 SC (0.30 L.ha-1), (3) Lufenuron 50 EC (0.30 L.ha-1), (4) Imidacloprid 200 SC (0.30 L.ha-1), (5) Methyl parathion 600 EC (1.00 L.ha-1), and (6) control (water). The product was applied 80 days after emergence, and the evaluations were performed one day before application and 1, 7 and 14 days after application (DAA). The samples were taken using the sampling method beating cloth and Moericke traps. Natural enemies were brought to the laboratory for sorting, counting and identification by family. The toxicity of the products ranged according to the group of natural enemies. Imidacloprid is selective to the spiders and insecticides are moderately toxic (Methyl Parathion and Alphacypermethrin: 1 and 14th DAA; Lufenuron: 14th DAA) or toxic (Fipronil and Alphacypermethrin: 7thDAA). Fipronil (1 DAA), Alphacypermethrin (7th DAA) and Methyl Parathion (14th DAA) are moderately toxic to adult ladybirds. The analyzed insecticides are toxic to the larvae of ladybirds, with more impact until seven days after the application, with the exception of Methyl Parathion classified, as innocuous until this period. The occurrence of 13 families of spiders and 18 families of parasitic Hymenoptera is registered in cotton agroecosystems in the region of Malhada, in the state of Bahia.
O objetivo foi estudar a seletividade de inseticidas aos inimigos naturais na cultura do algodão (Gossypium hirsutum L.r. latifoliumHurtch), cultivar DeltaOpal, no município de Malhada (BA) e conhecer a fauna benéfica associada. O trabalho foi conduzido na safra 2010/2011, com delineamento experimental em blocos ao acaso, com seis tratamentos e quatro repetições, sendo os tratamentos: (1) Fipronil 200 SC (0,38 L.ha-1); (2) Alfacipermetrina 100 SC (0,30 L.ha-1); (3) Lufenuron 50 CE (0,30 L.ha-1); (4) Imidacloprid 200 SC (0,30 L.ha-1); (5) Paration Metil 600 CE (1,00 L.ha-1); e (6) Testemunha (água). A aplicação dos produtos foi feita 80 dias após a emergência, com avaliações um dia antes da aplicação e 1, 7 e 14 dias após a aplicação (DAA) por meio do pano de batida e armadilha Moericke. Em laboratório, os insetos foram triados, contados e identificados em famílias. A toxicidade dos produtos varia em função do grupo do inimigo natural. A Imidacloprida é seletiva às aranhas, sendo os demais inseticidas medianamente tóxicos (Alfacipermetrina e Paration Metil: 1º e 14º DAA; Lufenuron: 14º DAA) ou tóxicos (Fipronil e Alfacipermetrina: 7º DAA). Fipronil (1º DAA), Alfacipermetrina (7º DAA) e Paration Metil (14º DAA) são medianamente tóxicos aos adultos de joaninhas. Os inseticidas estudados são tóxicos às larvas de joaninhas, com mais impacto até os sete dias após a aplicação, com exceção do Paration Metil, classificado como inócuo até esse período. Registra-se a ocorrência de 13 famílias de aranhas e 18 famílias de hymenópteros parasitoides em agroecossistema de algodão na região de Malhada (BA).
Biblioteca responsável: BR68.1