Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Diagnostic comparison of Corynebacterium pseudotuberculosis through microbiological culture and PCR in sheep samples

Nassar, Alessandra Figueiredo de Castro; Daniel, Gabriela Terezinha; Ruiz, Regina; Miyashiro, Simone; Scannapieco, Eloísa Maria; Souza Neto, Juraci de; Gregory, Lilian.
Arq. Inst. Biol.; 822015.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-742997

Resumo

Caseous lymphadenitis is a chronic infectious disease caused by Corynebacterium pseudotuberculosis , which is a bacterium responsible for a great number of economic losses on goat and sheep production. It is characterized by the formation of abscesses in superficial lymph nodes and in internal organs and lymph nodes. This study aimed at determining the agreement between microbiological culture and PCR in the identification of C. pseudotuberculosis , in samples collected from animals in slaughterhouses and in animals that presented lymph node enlargement in field conditions. From the 202 samples analyzed through microbiological culture, 113 (56%) were positive for Corynebacterium sp.; from these positive samples, 38 (34%) were identified as C. pseudotuberculosis by microbiological culture. From the amount of samples, 110 (54%) were positive and 92 (46%) were negative in the PCR. Kappa index (0.193) presented a weak agreement between PCR and microbiological culture. We concluded that molecular diagnosis (PCR) in clinical samples proved to be more efficient, reproducible, and faster than the microbiological culture, both on clinical samples analyses and in the confirmation of C. pseudotuberculosis in colonies that were classified by Corynebacterium genus. Thus, the present study demonstrated the importance of PCR to confirm C. pseudotuberculosis diagnosis, and the best contribution for the epidemiological surveillance of the disease in sheep.
RESUMO A linfadenite caseosa é uma doença infectocontagiosa crônica, causada pelo agente etiológico Corynebacterium pseudotuberculosis , que é uma bactéria responsável por grandes perdas econômicas na produção de ovinos e caprinos. Caracteriza-se pela formação de abscessos em nódulos linfáticos superficiais e em órgãos internos e linfonodos. O presente trabalho teve por objetivo verificar a concordância entre as metodologias de isolamento microbiológico com a PCR na identificação do C. pseudotuberculosis , em amostras clínicas colhidas em abatedouros e em animais que apresentavam aumento de linfonodo em condições de campo. Das 202 amostras analisadas no cultivo microbiológico, 113 (56%) foram positivas para o gênero Corynebacterium sp., e 38 (34%) colônias foram identificadas como C. pseudotuberculosis por meio de cultura microbiológica. Das amostras clínicas extraídas, 110 (54%) foram positivas e 92 (46%) foram negativas na PCR. A concordância estimada entre as técnicas de PCR e o cultivo microbiológico pelo indicador Kappa foi considerada fraca (0,193). Concluímos que o diagnóstico molecular (PCR) provou ser mais eficiente, rápido e com reprodutibilidade quando comparado ao cultivo microbiológico das amostras clínicas bem como da confirmação do C. pseudotuberculosis de colônias pertencentes ao gênero Corynebacterium . Dessa forma, o presente trabalho demonstrou a importância do uso da PCR na confirmação diagnóstica do C. pseudotuberculosis , visando contribuir com a melhoria da vigilância epidemiológica da doença em ovinos.
Biblioteca responsável: BR68.1