Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Histochemical and immunohistochemical evaluation of angiogenesis in rabbits (Oryctolagus cuniculus) submitted to skin grafts associated with platelet-rich plasma / Histoquímica e imunohistoquíca na avaliação da angiogênese em coelhos submetidos ao emprego de enxertos cutâneos associado com plasma rico em plaquetas

Pazzini, Josiane M; Serafim, Eduardo L; Gãrtner, Fátima; Amorim, Irina; Faria, Fátima; Rêma, Alexandra; Moraes, Paola C; Nardi, Andrigo B. De.
Pesqui. vet. bras; 37(12): 1519-1525, dez. 2017. tab, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-743394

Resumo

Histochemical staining consists of a set of specific chemical reactions of structures or tissue-endogenous substances. Immunohistochemistry allows verification of proteins in tissues related to biological and pathological factors. The standardization of methods to assess angiogenesis resulting from formation of new blood vessels in procedures with stimulants is important to facilitate the implementation of research as well as to assist interpretation of data. In rabbits some markers of angiogenesis antibodies in the skin are not standardized because of cross-reactions that may occur because the antibodies are made from such animals.The aim of this study was to analyze the immunohistochemical methods through dyes and immunohistochemical markers angiogenesis in rabbits (Oryctolagus cuniculus) having undergone reconstructive surgery with skin grafts associated with plasma angiogenesis stimulator rich in platelets, in order to evaluate which method would be better to visualize the vessels, as well as to evaluate which antibody would promote better immunostaining, and find the differences between the methods and to standardize the methodology to be applied in experiments using rabbits. Sixteen rabbits were used, split into two groups of eight animals: Gprp (plasma rich in platelets) and Gc (control, saline solution, 9%).(AU)
Colorações histoquímicas consistem de um conjunto de reações químicas específicas das estruturas ou substâncias endógenas do tecido. Logo a Imunohistoquímica permite observar proteínas presentes nos tecidos relacionadas com fatores determinantes do comportamento biológico e patológico. A padronização dos métodos que avaliam a angiogênese decorrente de procedimentos que utilizam substâncias estimulantes à formação de novos vasos são importantes, a fim de facilitar a execução das pesquisas, bem como auxiliar na interpretação dos dados, visto que em coelhos alguns anticorpos marcadores de angiogênese na pele ainda não são padronizadas em virtude das reações cruzadas que podem ocorrer devido aos anticorpos serem confeccionados a partir de tais animais. Objetivou-se analisar os métodos histoquímicos por meio das colorações e imunohistoquímicas com marcadores de angiogênese em coelhos (Oryctolagus cuniculus) submetidos ao emprego de enxertos cutâneos associado com estimulador de angiogênese plasma rico em plaquetas, a fim de avaliar qual método seria melhor para visualização dos vasos, bem como avaliar qual anticorpo promoveria melhor imunomarcação, buscando-se assim encontrar a diferenças entre os métodos e padronizar a metodologia a ser aplicada em experimentos que utilizem coelhos.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1