Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Cytotaxonomy of Dipetalogaster maxima Uhler, 1894 (Hemiptera, Reduviidae, Triatominae)

Borsatto, K. C.; Alevi, K. C. C.; Oliveira, J.; Azeredo-Oliveira, M. T. V..
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-743576

Resumo

Abstract The Triatomini tribe consists of ten genera and is regarded as one of the most important tribes from epidemiological point of view. The genus Dipetalogaster Usinger, 1939 is composed only by the species Dipetalogaster maxima Uhler, 1894. This triatomine is exclusive of the Mexico and is a potential vector for Chagas disease. Besides the epidemiological importance, the insects of the Triatominae subfamily are important biological models for cytogenetic studies. Therefore, in order to contribute to the knowledge on the reproductive biology and assist in citotaxonomy of D. maxima, this study aimed to describe spermatogenesis, as well as confirm the karyotype and heterochromatic patterns of this Mexican triatomine species. The seminiferous tubules were torn, fixed to a cover slip and underwent the cytogenetic technique of Lacto-acetic orcein and C-banding. Through the cytogenetics analysis of testicular material D. maxima it was possible to confirm the karyotype (2n = 22), describe the stages of spermatogenesis and characterize the heterochromatic pattern (restricted to sex chromosome Y) of the species. D. maxima showed the same arrangement of heterochromatin described for Triatoma lecticularia (Stål, 1859) (a species that occur in United States of American and Mexico and is phylogenetically related with D. maxima), highlighting the importance of this analysis as an optimization tool to explore phylogenetic correlations.
Resumo A tribo Triatomini consiste em dez gêneros e é considerada uma das tribos mais importantes do ponto de vista epidemiológico. O gênero Dipetalogaster Usinger, 1939 é composto apenas pela espécie Dipetalogaster maxima Uhler, 1894. Este triatomíneo é exclusivo do México e é um vetor potencial da doença de Chagas. Além da importância epidemiológica, os insetos da subfamília Triatominae são importantes modelos biológicos para estudos citogenéticos. Portanto, a fim de contribuir para o conhecimento da biologia reprodutiva e complementar o conceito específico de D. maxima, este trabalho objetivou descrever a espermatogênese, bem como confirmar o padrão cariotípico e heterocromático desta espécie mexicana, com foco citotaxonômico. Os túbulos seminíferos foram dilacerados, fixados em uma lamínula e submetidos à técnica citogenética de Orceína lacto-acética e Bandamento-C. Por meio da análise citogenética do material testicular de D. maxima foi possível confirmar o cariótipo (2n = 22), descrever os estágios da espermatogênese e caracterizar o padrão heterocromático (restrito ao cromossomo Y sexual) da espécie. D. maxima apresentou o mesmo arranjo de heterocromatina descrito para Triatoma lecticularia (Stål, 1859) (espécie que ocorre no México e nos Estados Unidos da América, filogeneticamente relacionada com D. maxima), destacando a importância desta técnica como ferramenta para explorar correlações filogenéticas.
Biblioteca responsável: BR68.1