Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Effect of single dose follicle stimulating hormone on follicular aspiration, in vitro fertilization and pregnancy rate / Efeito do hormônio folículo estimulante em dose única na aspiração folicular, fertilização in vitro e taxa de prenhez

Moraes, Mayara Ellen Bardi de; Adona, Paulo Roberto; Guemra, Samuel; De Bem, Tiago Henrique Camara; Miranda, Moysés dos Santos.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-743590

Resumo

The present study evaluated Brangus cows treated with single doses of follicle stimulating hormone (FSH) subjected to follicular aspiration after 24 h to assess oocyte recovery, in vitro fertilization and pregnancy rate. Follicles exceeding 3 millimeters in diameter were aspirated, 200 mg of FSH was administered 2 days later, and a new ovum pickup was performed 24 h afterward. These methods were performed 3 times every 3 days. In control, follicular aspirations occurred at intervals of 1-week without FSH administration o. The aspirated oocytes were evaluated, submitted to in vitro fertilization and the embryos were transferred to the recipients. The average recovery of oocytes was higher (p 0.05) in control cows (12.4±1.8) than in treated cows (9.4±1.3). There was no difference (p>0.05) in the mean percentage of viable oocytes (52.0±3.9 and 62.7±4.7%) or the mean percentage of embryos (41.4±4.8 and 41.5±4.2%) among control and treated cows, respectively. The mean percentage of pregnancy did not differ (p>0.05) for control cows (43.8±2.7%), and treated cows (40.9±6.8%). In conclusion, FSH treatment did not improve oocyte recovery, in vitro fertilization, and pregnancy percentage. However, there is possibility of several consecutive ovum pickup every t3 days, concentrating the in vitro fertilization and the pregnancy percentage.
O presente estudo avaliou vacas Brangus tratadas com doses únicas de hormônio folículo estimulante (FSH) submetidas a aspiração folicular após vinte e quatro horas, para avaliação da recuperação oocitária, fertilização in vitro e taxa de prenhez. Folículos superiores a três milímetros de diâmetro foram aspirados, 200 mg de FSH foram administrados dois dias depois e uma nova aspiração folicular foi realizada 24 horas após. Esses métodos foram efetivados três vezes a cada três dias. No controle, as aspirações foliculares ocorreram em intervalos de uma semana sem administração de FSH. Os oócitos aspirados foram avaliados, submetidos à fertilização in vitro e os embriões foram transferidos em receptoras. A recuperação média dos oócitos foi superior (p 0,05) nas vacas controle (12,4±1,8) do que nas vacas tratadas (9,4±1,3). Não houve diferença (p>0,05) na porcentagem média de oócitos viáveis (52,0±3,9 e 62,7±4,7%) ou na porcentagem média de embriões (41,4±4,8 e 41,5±4,2%) entre vacas controle e vacas tratadas, respectivamente. A porcentagem média de prenhez não diferiu (p>0,05) para as vacas controle (43,8±2,7%) e as tratadas (40,9±6,8%). Em conclusão, o tratamento com FSH não melhorou a recuperação de oócitos, a fertilização in vitro e o percentual de prenhez. No entanto, existe a possibilidade de várias aspirações foliculares consecutivas a cada três
Biblioteca responsável: BR68.1