Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Intoxicação espontânea por Brachiaria híbrida cv mulato I em ovinos e caprinos e experimental por Brachiaria híbrida cv mulato II em ovinos

Ogliari, Daiane; Molossi, Franciéli A.; Savaris, Thaiza; Wicpolt, Nathalia S.; Zancan, Ildo; Gava, Aldo.
Pesqui. vet. bras; 38(2)2018.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-743750

Resumo

ABSTRACT: Described is the epidemiology, clinical signs and lesions of a disease that leads to photosensitization and death in sheep and goats. Spontaneous disease occurred in the municipality of Abelardo Luz, SC. From a flock of 350 sheep and 278 goats grazing Brachiaria hybrid cv. mulato I, 27 animals got sick, which 17 died and 10 recovered after being removed from the pasture. The disease was characterized by tearing, hyperemia, swelling of face, ears and eyelid followed by crusting, serous nasal discharge, ulcers on the cornea and sclera, and conjunctiva slightly yellowish. Six sheep and eleven goats were necropsied on the farm. The macroscopic lesions were brownish liver, distended gallbladder and lumpy bile, brownish kidneys with red dots on surface. Through microscopy was observed mild to moderate lesions in liver mainly characterized by swelling and vacuolation of hepatocytes, megalocytosis, periportal fibrosis, biliary hyperplasia; small clusters of macrophages and infiltration of eosinophils, neutrophils and macrophages were present in the periportal area. Crystal negative images were detected within bile ducts. Kidney tubules were dilated ranging from mild to severe with glomerular tuff contraction and distension of Bowman space. Four sheep experimentally fed Brachiaria hybrid cv. mulato II ad libitum for 90 days showed no clinical changes.
RESUMO: Descreve-se a epidemiologia, sinais clínicos e lesões de uma enfermidade em ovinos e caprinos que cursa com fotossensibilização e morte. A doença espontânea ocorreu no município de Abelardo Luz, SC. De um rebanho de 350 ovinos e 278 caprinos, de corte, mantidos em pastagem de Brachiaria híbrida cv mulato I, adoeceram 27 animais, dos quais, 17 morreram e 10 recuperaram-se após terem sido removidos do local. A enfermidade caracterizou-se por lacrimejamento, hiperemia, edema das faces, das orelhas e das pálpebras seguidas de formação de crostas, corrimento nasal seroso, ulcerações na córnea e esclera e conjuntiva levemente amarelada. Seis ovinos e onze caprinos foram necropsiados na propriedade. As lesões macroscópicas observadas foram fígado de coloração castanha, vesícula biliar com conteúdo aumentado e bile grumosa, rins acastanhados com pontos vermelhos na superfície. Na avaliação microscopia foram observadas no fígado, lesões de intensidade leve a moderada caracterizadas principalmente por tumefação e ou, vacuolização de hepatócitos, megalocitose, fibrose periportal, proliferação biliar, pequenos aglomerados de macrófagos, aleatórios e infiltrado de eosinófilos, neutrófilos e macrófagos na periferia do lóbulo. Na luz de ductos biliares encontravam-se imagens negativas de cristais. Nos rins havia dilatação de túbulos variando de leve a acentuada, contração de tufo glomerular e distensão do espaço de Bowman. Quatro ovinos receberam experimentalmente Brachiaria híbrida cv mulato II ad libitum pelo período de 90 dias e não manifestaram alterações clinicas.
Biblioteca responsável: BR68.1