Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Influence of body position on the measurement of electrocardiographic waves in healthy dogs

Sousa, Marlos G.; Rondelli, Mariana C.H.; Nogueira, Sheila S.S.; Carareto, Roberta.
Pesqui. vet. bras; 38(2)2018.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-743766

Resumo

ABSTRACT: The agreement between the electrocardiographic waves measured from tracings recorded in right lateral recumbency and several other unusual body positions was assessed. Electrocardiograms were recorded in 160 healthy dogs in right lateral, left lateral, dorsal and sternal recumbencies, as well as in standing position. Considering the right lateral recordings as the gold standard, the lowest biases for the majority of ECG parameters were calculated from left lateral recordings, whereas the highest biases were documented from dorsal and standing positions. For the mean electrical axis, the dorsal recumbency produced the lowest bias, while the greatest one was identified in sternal position. An analysis of variance indicated differences when the means of P wave duration and amplitude, duration of QRS and QT, and mean electrical axis obtained in unusual positions were compared with right lateral. In conclusion, left lateral recumbency produced the most similar measurements as compared to right lateral, but the wide limits of agreement preclude the use and interpretation of these positions interchangeably.
RESUMO: A concordância entre a mensuração das ondas eletrocardiográficas a partir de traçados registrados em cães mantidos em decúbito lateral direito e em vários outros posicionamentos corporais foi avaliada nesta pesquisa. Para tanto, traçados eletrocardiográficos de 160 cães saudáveis foram registrados com os pacientes posicionados nos decúbitos lateral direito, lateral esquerdo, dorsal e esternal, assim como em posição quadrupedal. Tomando como padrão ouro os registros obtidos em decúbito lateral direito, as menores diferenças médias para a maioria dos parâmetros eletrocardiográficos foram obtidas a partir dos traçados registrados com o cão mantido em decúbito lateral esquerdo, enquanto as maiores diferenças médias foram documentadas nos registros obtidos nos decúbitos dorsal e quadrupedal. Para o eixo elétrico médio, o decúbito dorsal produziu a menor diferença média, enquanto a maior foi identificada no registro em posição esternal. A análise de variância mostrou diferenças entre as médias da duração e amplitude da onda P, duração do QRS e do intervalo QT e o eixo elétrico médico quando as posições não usuais foram comparadas com o decúbito lateral direito. Esta pesquisa mostrou que o decúbito lateral esquerdo produziu as medidas mais semelhantes quando comparado àquelas obtidas em decúbito lateral direito. No entanto, os limites de concordância amplos impedem que essas posições sejam utilizadas e interpretadas de maneira intercambiável.
Biblioteca responsável: BR68.1