Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Fractional excretion of electrolytes and paradoxical aciduria in dairy cows with left displaced abomasum

Perotta, João H.; Lisbôa, Júlio A.N.; Pereira, Priscila F.V.; Ollhoff, Rüdiger D.; Vieira, Nilton; Faliban, Karina K.M.C.; Barros Filho, Ivan R..
Pesqui. vet. bras; 38(5)2018.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-743807

Resumo

ABSTRACT: The fractional excretion of electrolytes is used to assess renal function and interpret electrolyte and acid-base imbalances. Left displaced abomasum is a common disorder in dairy cows, which causes hypokalemic, hypochloremic metabolic alkalosis. There is limited information on fractional excretion of electrolytes in cows with displaced abomasum. This study aimed to measure the fractional excretion of sodium, potassium, and chloride and paradoxical aciduria in dairy cows with displaced abomasum. Blood and urine samples were collected from 30 dairy cows before and 24, 48, and 72 h after surgery. The cows were divided into two groups (G1: laparoscopy and G2: laparotomy) with 15 cows each. The concentrations of chloride, sodium, potassium, and creatinine were measured in serum and urine. Urinary pH and packed cell volume were measured. Fractional excretion of sodium, potassium, and chloride and urinary strong ion difference [SID]urine were calculated using published formulas. Cows in both groups showed hypokalemic, metabolic alkalosis before surgery; however, hypochloremia was observed only in G2. Potassium concentration significantly increased 24, 48, and 72 h after surgery in G1 and 48 and 72 h after surgery in G2. There were no significant changes in fractional excretion of sodium, chloride, and potassium and urinary pH and [SID]urine between treatments and time points. Paradoxical aciduria was observed before and 24 h following surgery in G1. Fractional excretion and urinary SID are valuable tools to understand hypochloremic, hypokalemic alkalosis in dairy cows with displaced abomasum, as well as paradoxical aciduria and return of abomasal flux.
RESUMO: A excreção fracionada de eletrólitos é calculada para verificar a função renal e auxiliar na interpretação de distúrbios eletrolíticos e ácido-base. O deslocamento de abomaso à esquerda é frequente em vacas leiteiras, ocasionado alcalose hipoclorêmica e hipocalêmica. Há pouca informação na literatura sobre excreção fracionada de eletrólitos em vacas com deslocamento de abomaso. Este estudo objetivou mensurar a excreção fracionada de sódio, potássio e cloro e a acidúria paradoxal em vacas leiteiras com deslocamento abomasal. Amostras sanguíneas e urinárias foram coletadas de 30 vacas antes e 24, 48 e 72 horas após operação. As vacas foram divididas em dois grupos (G1: laparoscopia e G2: laparotomia) com 15 animais cada. As concentrações de cloro, sódio, potássio e creatinina foram dosadas no soro e urina. Mensurou-se pH urinário e o hematócrito. A excreção fracionada e diferença de íons fortes urinário [SID]urina foram calculados utilizando fórmulas publicadas. Vacas de ambos os grupos apresentaram alcalose hipocalêmica antes da operação. Não houve alterações significativas na excreção fracionada de sódio, potássio e cloro, no pH urinário e na [SID]urina entre os tratamentos e momentos. Acidúria paradoxal foi observada no G1 antes e 24h após operação. A excreção fracionada e [SID]urina são ferramentas importantes para interpretar a alcalose hipoclorêmica e hipocalêmica em vacas leiteiras com deslocamento de abomaso, como também a acidúria paradoxal e o retorno do fluxo abomasal.
Biblioteca responsável: BR68.1