Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Achados patológicos e imuno-histoquímicos de neoplasmas pulmonares primários em caninos na região metropolitana de Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Caprioli, Rafaela A.; Argenta, Fernando F.; Hammerschmitt, Márcia Elisa; Pereira, Paula R.; Lorenzo, Cíntia de; Pavarini, Saulo P.; Driemeier, David; Sonne, Luciana.
Pesqui. vet. bras; 38(6)2018.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-743848

Resumo

ABSTRACT: Primary pulmonary neoplasms are uncommon in veterinary medicine; but most frequently affected are dogs. It appears that the number of primary pulmonary neoplasms is increasing in companion animals, due to the increase in life expectancy, improvement of diagnostic techniques and greater contact with air pollutants. This study was realized to identify, analyze the frequency, and to characterize pathological and immunohistochemical findings of primary pulmonary neoplasms in dogs of the metropolitan region of Porto Alegre, Rio Grande do Sul. From January 2003 to June 2016, 6,037 necropsies were performed and in 36 of them primary pulmonary neoplasm was found. The most frequent neoplasm in this study was papillary adenocarcinoma (30.5%) followed by lepidic adenocarcinoma (22.2%). The age of affected dogs ranged from 4 to 16 years, with a mean of 11 years. The frequency of male dogs (63.9%) prevailed over females (36.1%). Through immunohistochemical evaluation all epithelial neoplasms were positive for pancytokeratin, 70.6% were positive for thyroid-1 transcription factor and 23.5% had co-expression of pancytokeratin and vimentin. Two mesenchymal tumors showed immunostaining for vimentin and S-100, were negative for smooth-muscle actin and melan-A immunohistochemistry and Massons trichrome histochemical technique and were diagnosed as malignant peripheral nerve sheath tumors, rarely found as primary lung tumor in animals. If one has difficulty to establish a diagnosis only through routine histological examination, it is necessary to emphasize the importance of the immunohistochemical technique for the diagnosis of primary pulmonary neoplasms in dogs.
RESUMO: Neoplasmas pulmonares primários são pouco frequentes na medicina veterinária, mas a principal espécie afetada é a canina. Acredita-se que o número de neoplasmas pulmonares primários vem aumentando em animais de companhia, em decorrência do aumento da expectativa de vida, da melhora nas técnicas de diagnóstico e pelo maior contato com poluentes atmosféricos. Este estudo foi realizado para identificar, analisar a frequência, e caracterizar achados patológicos e imuno-histoquímicos dos neoplasmas pulmonares primários em cães na região metropolitana de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. No período de janeiro de 2003 a junho de 2016 foram submetidos à necropsia 6.307 caninos. Destes, 36 cães tinham diagnóstico de neoplasma pulmonar primário. O neoplasma mais frequente neste estudo foi o adenocarcinoma papilar (30,5%), seguido do carcinoma lepídico (22,2%). A idade dos cães variou de quatro a 16 anos, com média de 11 anos. Observou-se que a frequência de cães machos (63,9%) prevaleceu sobre as fêmeas (36,1%). Na avaliação imuno-histoquímica, todos os neoplasmas epiteliais foram positivos para pancitoqueratina, 70,6% foram positivos para fator de transcrição de tireoide-1 e 23,5% tiveram coexpressão de pancitoqueratina e vimentina. Dois tumores mesenquimais tiveram imunomarcação para vimentina e S-100, foram negativos para a imuno-histoquímica de actina de músculo liso e melan-A e para a técnica histoquímica de tricrômico de Masson e foram diagnosticados como tumor da bainha de nervo periférico maligno, raramente encontrado como tumor primário de pulmão em animais. Quando é difícil estabelecer um diagnóstico apenas com o exame histológico de rotina, é necessário ressaltar a importância da técnica de imuno-histoquímica para o diagnóstico de neoplasmas pulmonares primários em cães.
Biblioteca responsável: BR68.1