Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Soroprevalência da infecção por Corynebacterium pseudotuberulosis em caprinos no Nordeste brasileiro utilizando técnica de imunoabsorção enzimática (ELISA-indireto)

Farias, Areano M.; Alves, José R.A.; Alves, Francisco S.F.; Pinheiro, Raimundo R.; Faccioli-Martins, Patrícia Y.; Lima, Ana M.C.; Azevedo, Sérgio S.; Alves, Clebert J..
Pesqui. vet. bras; 38(7)2018.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-743873

Resumo

ABSTRACT: Goat farming in the Northeast region of Brazil plays an important socioeconomic and strategic role. The rusticity of this activity in this region, allied with its rapid expansion in other states, has caused losses in its production chain in regional and national levels, caused by infectious diseases, especially caseous lymphadenitis (CL), a widespread goat herds disease which has been causing serious economic loss to this activity. Although CL has been detected as an endemic problem in the Brazilian Northeast, a comprehensive and more recent analysis of this prevalence in Brazilian goats is necessary. The objective of this study was to determine the frequency of anti-Corynebacterium pseudotuberculosis antibodies in five of nine states of the northeast region of Brazil. Serum samples were collected from 2571 goats from 218 farms in five states in the Northeast region of Brazil, collected between 2010 and 2012. The diagnosis of C. pseudotuberculosis infection was made using the ELISA-indirect technique. In 88.5% (193/218) of the investigated properties, at least one goat was seropositive for C. pseudotuberculosis, suggesting that the agent is widespread in Northeast herds, with the highest prevalence found in Rio Grande do Norte (94.5%) and the lowest one in the state of Sergipe (70.3%). A total of 783 (30.45%; 95% CI = 28.71-32.26%) seropositive goats were found, and the highest prevalence among animals was found in Piauí (41.4%) and the lowest in the state of Sergipe (22.5%). Out of a total of 279 breeding herds, 106 (37.99%) were seropositive, standing out the Rio Grande do Norte, with a total of 45.30%, and Piauí 46.8% of positive breeding for CL. A total of the 1420 tested matrices, 599 (42.1%) presented positive serology for C. pseudotuberculosis. Among the States, this distribution also remained similar, standing out Rio Grande do Norte with 47.5%, and Piauí with 59.5% of positive matrices for CL. Among 872 young goats evaluated, 78 (8.9%) were seropositive for CL, observing a statistical difference in the frequency of soropositivity obtained between adults and young adults (P 0.001). The necessity to diagnose the disease in goat herds in the Northeast region is reinforced for the possible implementation of disease control programs and more precise measures to manage CL along with goat farmers.
RESUMO: A caprinocultura na região Nordeste do Brasil desempenha importante função socioeconômica e estratégica. A rusticidade desta atividade nesta região, aliada a sua rápida expansão em outros estados, tem gerado perdas na sua cadeia produtiva a nível regional e nacional, causadas por doenças infecciosas, destacando-se a Linfadenite Caseosa (LC), afecção amplamente difundida nos rebanhos caprinos, acarretando sérios prejuízos econômicos à atividade. Embora LC tenha sido detectada como um problema endêmico no nordeste brasileiro, uma análise abrangente e mais recente desta prevalência nos rebanhos caprinos brasileiros se faz necessária. O objetivo desse estudo foi determinar a frequência de anticorpos anti-Corynebacterium pseudotuberculosis em cinco dos nove estados que compõem a região Nordeste do Brasil. Foram processadas amostras de soro de 2571 caprinos provenientes de 218 propriedades rurais oriundas de cinco estados da região Nordeste do Brasil, coletadas entre os anos de 2010 a 2012. O diagnóstico da infecção por C. pseudotuberculosis foi realizado pela técnica de ELISA-indireto. Em 88,5% (193/218) das propriedades investigadas, pelo menos um caprino foi soropositivo para C. pseudotuberculosis, sugerindo que o agente se encontra disseminado nos rebanhos do Nordeste, com a maior prevalência encontrada no Rio Grande do Norte (94,5%) e a menor no estado de Sergipe (70,3%). Foram identificados 783 (30,4%; IC 95%=28,7-32,2%) caprinos soropositivos, com a maior prevalência entre animais encontrada no Piauí (41,4%) e a menor no estado de Sergipe (22,5%). De um total de 279 reprodutores avaliados, 106 (37,9%) resultaram soropositivos, destacando-se o Rio Grande do Norte, com 45,30%, e Piauí com 46,8% dos reprodutores positivos para LC. Das 1420 matrizes testadas, 599(42,1%) apresentaram sorologia positiva para C. pseudotuberculosis. Entre os estados esta distribuição também se manteve semelhante, destacando-se o Rio Grande do Norte, com 47,5% e Piauí com 59,5% das matrizes positivos para LC. Entre os 872 caprinos jovens avaliados, 78 (8,9%) foram soropositivos para LC, observando-se uma diferença estatística na frequência de sopositividade obtidas entre os adultos e os jovens (P 0,001). Reforça-se a necessidade do diagnóstico da enfermidade em rebanhos caprinos da região Nordeste para possível implementação de programas de controle da doença e medidas mais precisas no manejo da LC junto aos criadores de caprinos.
Biblioteca responsável: BR68.1