Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Prevalência de anticorpos e fatores de risco associados à infecção por Toxoplasma gondii em galinhas domésticas da zona rural de Santa Maria, Rio Grande do Sul

Camillo, Giovana; Machado, Marta E.A.; Weber, Augusto; Cadore, Gustavo C.; Menezes, Fernanda R.; Pardini, Lais; Sangioni, Luis A.; Vogel, Fernanda S.F..
Pesqui. vet. bras; 38(7)2018.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-743874

Resumo

ABSTRACT: Toxoplasma gondii is an apicomplex protozoan that infects warm-blooded animals and can be considered a major parasite capable of infecting humans. Domestic chickens can be easily infected by protozoa, since they can ingest oocysts found in the soil and are considered good indicators of environmental contamination by T. gondii. The aim of this study was to determine the presence of anti-T. gondii antibodies in free range chickens and to evaluate the risks factors associated with the protozoan in rural area of Santa Maria, RS, Brazil. From March 2013 to February 2014, 597 blood samples from domestic chickens were collected from 74 farms, from nine layers representing each district in the rural area. To evaluate the risk factors, in these farms an epidemiological questionnaire was applied to the residents. Serum samples were tested by indirect immunofluorescence and 49.2% (294/597) were positive for anti-T.gondii antibodies, with titres varying from 16 to 4096. Of the 74 analyzed farms, 63 (85.1%) reported that cats had access to food deposits, with a significant association when positive chickens were present (p = 0.04) and the OR of 4.07. The variable slaughter of animals (poultry and cattle) in 51 (68.9%) of the farms was reported the slaughter of cattle and birds in the farm, with significant p value (p = 0.05). Most farms 59 (79.7%) reported the presence of domestic cats, which could be associated with the high seroprevalence found in chickens and the rate of environmental contamination. The high prevalence of antibodies found in this study, in addition to the high frequency of farms with positive cases, suggests a great environmental contamination in the studied districts, thus being a potential risk to human and animal health.
RESUMO: Toxoplasma gondii é um protozoário apicomplexa que infecta animais de sangue quente, podendo ser considerado um dos principais parasitas capazes de infectar os seres humanos. Galinhas domésticas podem ser facilmente infectadas por protozoários, uma vez que estas podem ingerir oocistos encontrados no solo, sendo consideradas boas indicadoras de contaminação ambiental por T. gondii. O objetivo deste estudo foi determinar a presença de anticorpos anti-T. gondii em galinhas domésticas criadas extensivamente e avaliar os fatores de risco associados ao protozoário, na zona rural de Santa Maria, RS, Brasil. No período de março de 2013 a fevereiro 2014 foram coletadas 597 amostras de sangue de galinhas domésticas em 74 propriedades, oriundas de nove estratos que representam cada distrito da zona rural. Para avaliar os fatores de risco, nessas propriedades foi aplicado um questionário epidemiológico aos moradores. As amostras de soro foram testadas por imunofluorescência indireta, e 49,2% (294/597) foram positivas para anticorpos anti-T. gondii, com títulos variando de 16 a 4096. Das 74 propriedades analisadas, em 63 (85,1%) houve relatos que os gatos têm acesso ao deposito de alimentos, com associação significativa quando associado à presença de galinhas positivas (p=0,04) e o OR de 4,07. A variável abate de animais (aves e bovinos), em 51 (68,9%) das propriedades foi relatado o abate de bovinos e aves na propriedade, com valor de p significativo (p=0,05). A maioria das propriedades 59 (79,7%) foi relatada a presença de gatos domésticos, o que poderia estar associada com a alta soroprevalência encontrada em galinhas e a taxa de contaminação ambiental. A elevada prevalência de anticorpos encontrada neste estudo, além da alta frequência de propriedades com casos positivos, sugere uma grande contaminação ambiental nos distritos pesquisados, sendo assim um risco potencial para a saúde humana e animal.
Biblioteca responsável: BR68.1