Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Haemonchus contortus resistance to monepantel in sheep: fecal egg count reduction tests and randomized controlled trials / Resistência de Haemonchus contortus ao monepantel em ovinos: testes de eficácia através de redução de contagem de ovos e controlado randomizado

Martins, Aline Carvalho; Bergamasco, Paula Luzia Formigoni; Felippelli, Gustavo; Tebaldi, José Hairton; Moraes, Marcela Figueredo Duarte; Testi, Alan Jonathan Pereira; Lapera, Ivan Moura; Hoppe, Estevam Guilherme Lux.
Semina Ci. agr.; 38(1): 231-238, 2017.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-744546

Resumo

Worm infections are a major cause of economic losses in sheep farming, and their control depends essentially on anthelmintic drugs. After decades without the discovery of new drug types, a new class of anthelmintics, called aminoacetonitrile derivatives, represented by monepantel, was released on the market. In order to evaluate a report of low efficacy of monepantel on a sheep farm in the municipality of Taiúva, state of São Paulo, Brazil, fecal egg count reduction and critical tests were performed on a Haemonchus contortus strain collected from this farm. To this end, ten animals were experimentally infected with 5000 H. contortus third-stage larvae, and these animals were divided into two groups, control and treated, according to the treatment with monepantel. The parameters evaluated were reduction in fecal egg counts on post-treatment days (PTD) 0, 2, 4, 7 and 14, and the therapeutic efficacy at the end of this period. Egg count reduction was observed starting on PTD 2, with a maximum reduction of 32.89% recorded on PTD 14. The critical test revealed 24.65% efficacy, indicating resistance to the active ingredient monepantel. The ineffectiveness of monepantel may be associated with the excessive use of the anthelmintic, which the farmer administered at intervals of less than one month, without technical guidance or a defined criterion. Given that the anthelmintic was used o
Verminoses são uma das principais causas de prejuízo econômico na ovinocultura, cujo controle depende essencialmente de fármacos anti-helmínticos. Depois de décadas sem o surgimento de novos grupos químicos de fármacos, uma nova classe de anti-helmínticos, os derivados da aminoacetonitrila, representados pelo monepantel, foram lançados no mercado. Com o objetivo de avaliar um relato de baixa eficácia do monepantel em uma propriedade produtora de ovinos do município de Taiúva, estado de São Paulo, foi realizado um teste de redução de contagem de ovos e um teste crítico em uma linhagem de Haemonchus contortus obtida da propriedade. Dez animais foram infectados experimentalmente com 5000 larvas de terceiro estágio do isolado de Haemonchus contortus, e estes animais foram divididos em dois grupos, controle e tratados, em dependência do tratamento com monepantel. Foram avaliados a redução de ovos nas fezes nos dias 0, 2, 4, 7 e 14 pós-tratamento e a eficácia terapêutica ao final do período. A redução da contagem de ovos foi observada a partir do 2o dia pós-tratamento (DPT), com redução máxima, de 32,89%, registrada no 14º DPT. O teste crítico revelou eficácia de apenas 24,65%, evidenciando resistência ao princípio ativo. A ineficácia do monepantel pode estar associada a utilização do vermífugo de forma massiva, uma vez que o produtor administrava o produto em intervalos inferiores a
Biblioteca responsável: BR68.1