Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Chitooligosaccharide for piglets: effects on performance, viscera and intestinal morphometry / Quitooligossacarídeo para leitões: efeitos sobre a performance, órgãos viscerais e morfometria intestinal

Oliveira, Eduardo Raele; Silva, Caio Abércio da; Lozano, Arturo Pardo; Silva, Elisângela Olegário da; Novais, Aliny Ketilim; Gavioli, David Fernandes; Pereira Junior, Marcino; Frederico, Giovani; Castro-Gómez, Raúl Jorge Hérnan; Calliari, Caroline Maria.
Semina Ci. agr.; 38(4): 2727-2742, 2017.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-744627

Resumo

The objective of this study was to evaluate the dose-response effect of a chitooligosaccharide (COS) produced by Universidade Estadual de Londrina over performance, diarrhea episodes, visceral characteristics and morphometry. A total of 72 Pen Ar Lan® piglets were weaned at 23 days and 7.51 ± 1.35 kg of BW. The treatment was a basic diet plus inclusion of 0, 50, 100, or 150 ppm of COS (100 mg/kg). For the visceral and morphometric evaluation, 24 animals were slaughtered at 31 days of age with 11.01 ± 1.25 kg of BW. No regression effect over the performance or diarrhea prevalence was observed. Higher doses of COS led to higher absolute values for large intestine weight, villus height in the jejunum and crypt depth in the jejunum and ileum; the villus/crypt ratio in the ileum was higher until the level of 100 ppm COS. More lesions were observed in the intestinal epithelium along with a higher total number of lymphocytes and eosinophils in the duodenum. High numbers of eosinophils were observed in the ileum when a higher level of COS was used. In general, increasing levels of COS led to better intestinal morphometry and activated somatic cells in the lamina propria of the piglet intestine; however, no influence was observed in the productive performance of these animals. Considering all studied parameters, the COS level of 100 ppm was the most promising under these experimental co
Objetivou-se com este trabalho avaliar o efeito dose-resposta do Quitooligossacarídeo (QOS) produzido pela Universidade Estadual de Londrina sobre o desempenho de leitões em creche e morfohistometria e peso de órgãos de leitões aos 31 dias de idade. Foram utilizados 72 leitões de genética Pen Ar Lan®, desmamados com idade média inicial de 23 dias e peso de 7,51 ± 1,35 kg. Os tratamentos consistiram em uma dieta base com os níveis de inclusão de 0, 50, 100 e 150 ppm de QOS. Para a avaliação visceral e morfohistométrica, 24 animais foram abatidos aos 31 dias de idade e peso de 11,01 ± 1,25 kg. Não houve efeito de regressão sobre o desempenho ou incidência de diarreia. O aumento da dose utilizada de QOS levou a um aumento nos valores referentes ao peso relativo do intestino grosso, à altura de vilosidades de jejuno e à profundidade de cripta no jejuno e íleo, enquanto que, a relação vilos/cripta deste último segmento foi crescente apenas até o uso de 100 ppm de QOS. Observou-se aumento de lesões no epitélio intestinal e contagem de linfócitos e eosinófilos no duodeno e eosinófilos também no íleo com o aumento da dose do QOS até 150 ppm. De maneira geral, os níveis crescentes de QOS melhoraram a morfofisiologia intestinal e ativaram a células somáticas na lâmina própria do intestino dos leitões, entretanto, não houve influência sobre o desempenho produtivo dos animais. Frente a tod
Biblioteca responsável: BR68.1