Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Performance of reproductive system of Dichelops melacanthus (Hemiptera: Pentatomidae) subjected to buprofezin and pyriproxyfen: morphological analysis of ovarioles and testes / Desempenho do sistema reprodutivo de Dichelops melacanthus (Hemiptera: Pentatomidae) submetidos à buprofezina e piriproxifem: análise morfológica de ovaríolos e testículos

Cremonez, Paulo Sérgio Gimenez; Pinheiro, Daniela de Oliveira; Falleiros, Ângela Maria Ferreira; Neves, Pedro Manuel Oliveira Janeiro.
Semina Ci. agr.; 38(4): 2279-2292, 2017.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-744641

Resumo

The use of insecticides known as insect growth regulators, which are considered more selective to natural enemies, may be an alternative to integrated pest management of stink bugs of the main crops in Brazil. The objective of this study was to evaluate histological changes in the reproductive system of Dichelops melacanthus as well as female fecundity and egg fertility after use of growth-regulating insecticides. The insecticides used were buprofezin (a chitin biosynthesis inhibitor) at a sublethal concentration (LC30 of 2.99 g L-1) and pyriproxyfen (a juvenile hormone analog) at a sublethal concentration (LC30 of 8.35 mL L-1). A completely randomized experimental design was used, with 10 repetitions and 10 insects per experimental unit. Two bioassays were performed: in the first bioassay, fecundity (eggs/female) and fertility (nymph eclosion) of the insects that survived the insecticides were evaluated; in the second bioassay, morphological alterations of the ovarioles of adult females and of the testes of adult male insects that survived the insecticides were evaluated. Buprofezin and pyriproxyfen did not affect the adult sex ratio or female fecundity. Pyriproxyfen reduced the percentage of ecloded nymphs (71.6%) compared with that of the control and buprofezin (96.4 and 90.6%, respectively) treatments and had an ovicidal effect, with direct and indirect action on embryogene
A utilização de inseticidas conhecidos como reguladores de crescimento dos insetos, considerados mais seletivos a inimigos naturais, pode ser uma alternativa no manejo integrado no que se refere ao controle de percevejos-pragas das principais culturas no Brasil. Os objetivos deste trabalho foram avaliar alterações histológicas causadas no aparelho reprodutor de Dichelops melacanthus e a fecundidade das fêmeas e fertilidade de ovos, após o uso de inseticidas reguladores de crescimento. Os inseticidas utilizados foram buprofezina (inibidor da biossíntese de quitina), na concentração subletal CL30 2,99 g L-1, e o piriproxifem (análogo do hormônio juvenil) na concentração subletal CL30 8,35 mL L-1. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com 10 repetições e 10 insetos por repetição. Foram realizados dois bioensaios: no primeiro foi avaliada a fecundidade (número de ovos/fêmea) e a fertilidade (número de ninfas eclodidas) dos insetos que sobreviveram aos produtos. No segundo bioensaio, foram avaliadas as alterações morfológicas de ovaríolos de fêmeas e testículo de machos de percevejos adultos, que sobreviveram à ação dos inseticidas. Buprofezina e piriproxifem não afetaram a razão sexual de adultos ou mesmo a fecundidade das fêmeas. Piriproxifem reduziu a porcentagem de ninfas eclodidas (71,6%) em relação à testemunha e buprofezina (96,4 e 90,6%, respectivamente),
Biblioteca responsável: BR68.1