Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Genetic variability of selected Passiflora alata genotypes based on the physical characteristics of fruits / Variabilidade genética de genótipos selecionados de Passiflora alata baseada em características físicas de frutos

D'Abadia, Ana Claudia Alves; Faleiro, Fábio Gelape; Costa, Ana Maria; Junqueira, Nilton Tadeu Vilela; Braga, Marcelo Fideles.
Ci. Rural; 50(2): e20181056, Feb. 21, 2020. ilus, tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-744685

Resumo

Over several past centuries, specific plant populations have been carefully selected to filter strains with higher agronomic performance. Genetic variability is most essential for successful selection. The Passiflora genus offers great inter- and intra-specific variability. This study aimed to evaluate the physical characteristics of the genotypes of the elite passion fruit (Passiflora alata) for selection purpose. We considered the physical traits of fruit mass, longitudinal and equatorial diameters, peel thickness and color, and pulp mass and volume without and with seeds and pulp yield. The sources of variation for the analysis of variance included the fruits of 8 elite genotypes, with 3 replications, whose means were compared by Tukeys test at 1% probability. We also performed multivariate analysis and correlation between these characteristics. Statistical differences were noted between elite genotypes for most of the tested traits. The elite 7 genotype presented with the highest seedless pulp yield in relation to the fruit and the largest fruit mass. Cluster analysis and graphic dispersion revealed a tendency for clustering of the elite genotypes based on their fruit shape. The tested population showed genetic variability, which allowed new selection cycles toward gaining pulp yield and fruit mass.(AU)
Há séculos, populações de plantas vem sendo selecionadas a fim de se obter linhagens com maior desempenho agronômico. Para o sucesso da seleção, a variabilidade genética é essencial, sendo que dentro do gênero Passiflora há grande variabilidade inter e intraespecífica. Neste trabalho, objetivou-se avaliar as características físicas de frutos de genótipos elite de maracujazeiro-doce (Passiflora alata) para fins de seleção. Foram avaliadas a massa, diâmetros longitudinal e equatorial de frutos, espessura e coloração da casca e massa e volume de polpa com e sem sementes e rendimentos de polpa. As fontes de variação para análise de variância foram os frutos de oito genótipos elite, com três repetições, cujas médias foram comparadas pelo teste de Tukey a 1% de probabilidade. Foram realizadas ainda análises multivariadas e de correlação entre as características. Houve diferenças estatísticas entre os genótipos elite para a maioria das características avaliadas. O genótipo elite sete foi o que apresentou maior rendimento de polpa sem sementes, em relação ao fruto e maior massa de fruto. Análises de agrupamento e dispersão gráfica evidenciaram uma tendência de agrupamento dos genótipos elite com base no formato dos frutos. A população apresenta variabilidade genética, que permite novos ciclos de seleção para ganho em rendimento de polpa e massa dos frutos.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1