Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Lolium multiflorum seed quality analyzed by accredited laboratories in the Rio Grande do Sul State / Qualidade de sementes de Lolium multiflorum analisadas pelos laboratórios credenciados no Estado do Rio Grande do Sul

Huth, Caroline; Lopes, Sidinei José; Müller, Caren Alessandra; Rosa, Cariane Pedroso da; Andrade, Fabrício Fuzzer de; Santos, Larissa Staggemeier dos; Mattioni, Nilson Matheus.
Ci. Rural; 50(2): e20190270, Mar. 13, 2020. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-744691

Resumo

The objective of this research was to carry out a survey, through the levels of physical purity, percentage of pure seeds, number of other seeds, and the physiological quality through germination, in the samples of ryegrass seeds analyzed in laboratories accredited by the Ministry of Agriculture, Livestock and Supply in Rio Grande do Sul. Data from 3959 ryegrass samples analyzed from the period 2014 to 2017 were compiled. Quality of the seeds was presented through the percentage of samples within the standards recommended for commercialization, for the variables germination, pure seeds, seeds of cultivated species, wild, noxious, tolerated and noxiously forbidden, in all factors, cultivar, region of origin, category and crop of seed production. Quality of the lots of ryegrass seeds, analyzed by the laboratories of Rio Grande do Sul, obtained in the harvest of 2013 the lowest percentage of lots approved for commercialization, 57.96%, and the harvest of 2014, 2015 and 2016 with 89.60% 91.39% and 91.34%, respectively. In regions where livestock predominates, the percentage of ryegrass seed lots approved for commercialization was lower.(AU)
O objetivo desta pesquisa foi realizar um levantamento, através dos níveis de pureza física, em percentagem de sementes puras, número de outras sementes, e qualidade fisiológica através da germinação, nas amostras de sementes de azevém analisadas nos laboratórios credenciados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Rio Grande do Sul. Foram compilados os dados de 3959 amostras de azevém, analisadas do período de 2014 a 2017. A qualidade das sementes foi apresentada através da porcentagem de amostras dentro dos padrões recomendados para comercialização, para as variáveis germinação, sementes puras, sementes de espécies cultivadas, silvestres, nocivas toleradas e nocivas proibidas, dentro dos fatores como cultivar, região de procedência, categoria e safra de produção da semente. A qualidade dos lotes de sementes de azevém, analisados pelos laboratórios do Rio Grande do Sul, obteve na safra de 2013 menor porcentagem de lotes aprovados para comercialização, 57,96%, e as safras 2014, 2015 e 2016 com 89,60%, 91,39% e 91,34%, respectivamente. Em regiões em que há predomino da pecuária a porcentagem de lotes de sementes de azevém aprovados para comercialização foi menor.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1