Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Antibiotic resistance and virulence factors among Escherichia coli isolates from avian organic fertilizer / Resistência a antibióticos e fatores de virulência entre isolados de Escherichia coli provenientes de fertilizante orgânico aviário

Agostinho, Juliana Maria Avanci; Cardozo, Marita Vedovelli; Borzi, Mariana Monezi; Marin, José Moacir.
Ci. Rural; 50(2): e20180849, Mar. 13, 2020. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-744693

Resumo

Brazilian poultry industry generates large amounts of organic waste, such as chicken litter, which is often used in agriculture. Among the bacteria present in organic fertilizer are members of the Enterobacteriaceae family, such as Escherichia coli. The aim of this study was to analyze the profile of virulence factors and antimicrobial resistance of E. coli isolates from avian organic fertilizer. A total of 47 E. coli strains were tested through Polymerase chain reaction to detect virulence genes (hlyF, iss, ompT, iutA and iroN). Fourteen antimicrobials were used to test antimicrobial susceptibility in the strains. Genes characteristic of Avian Pathogenic E. coli (APEC) were reported among the strains, with the hlyF, iss and ompT genes being the most prevalent. The isolates showed high resistance (˃50%) to tetracycline, gentamicin, cefotaxime, nitrofurantoin, trimethoprim-sulfamethoxazole and ampicillin. Multidrug resistance was reported in a great number of strains (>70%). The results showed the presence of APEC cells with virulence genes and antimicrobial resistance after 15 days of the windrowing process in poultry houses, it means this process should be improved to eliminate these cells.(AU)
A indústria avícola brasileira gera grandes quantidades de resíduos orgânicos, como a cama de frango, utilizada frequentemente na agricultura. Entre as bactérias presentes neste fertilizante orgânico estão os membros da família Enterobacteriaceae, entre eles a Escherichia coli. O objetivo deste estudo foi analisar o perfil de fatores de virulência e resistência antimicrobiana de isolados de E. coli provenientes do fertilizante orgânico aviário. Um total de 47 cepas de E. coli foram testadas por meio da reação em cadeia da polimerase para detectar genes de virulência (hlyF, iss, ompT, iutA e iroN). Quatorze antimicrobianos foram utilizados para testar a susceptibilidade antimicrobiana nos isolados. Genes característicos de E. coli Patogênica Aviária (APEC) foram encontrados entre os isolados, sendo os genes hlyF, iss e ompT os mais prevalentes. Os isolados apresentaram alta resistência (˃50%) à tetraciclina, gentamicina, cefotaxima, nitrofurantoína, trimetoprima-sulfametoxazole e ampicilina. Múltipla resistência a drogas antimicrobianas foi encontrada em grande número de isolados (>70%). Os resultados obtidos mostraram a presença de células APEC portando genes de virulência e resistência a antimicrobianos após 15 dias de processo de empilhamento nas granjas, indicando que o processo necessita de um aperfeiçoamento para eliminar estas células.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1