Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Diseases of wild birds in southern Rio Grande do Sul, Brazil

Echenique, Joanna V.Z.; Soares, Mauro P.; Albano, Ana Paula N.; Bandarra, Paulo M.; Schild, Ana Lucia.
Pesqui. vet. bras; 40(2)2020.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-744879

Resumo

ABSTRACT: Necropsy protocols of the Laboratório Regional de Diagnóstico of Faculdade de Veterinária of the Universidade Federal de Pelotas were reviewed, ranging the period from 2000 to 2018. Three hundred eighty one necropsies, 25 refrigerated and/or formaline fixed organs, and seven biopsies were received, representing 413 samples. Most of these materials were sent by the Núcleo de Reabilitação da Fauna Silvestre of Universidade Federal de Pelotas (NURFS-CETAS-UFPel) and were from municipalities within the range area of LRD-UFPel influence. Of the 413 cases 55 (13.31%) corresponded to metabolic/nutritional diseases; 50 (12.10%) to trauma; 35 (8.47%) to bacterial diseases/toxi-infections; 30 (7.26%) to parasitic diseases; 28 (6.77%) to fungal diseases; four (0.97%) to viral diseases and 17 (4.11%) to other diseases. Cases where it was not possible to determine the etiology, were in severe autolysis or were inconclusive totaled 194 (46.97%). Metabolic/nutritional diseases and traumatic injuries were the main cause of death in wild birds, being Passeriformes the most affected order.
RESUMO: Foi realizado um estudo retrospectivo dos diagnósticos de causas de morte e de lesões em aves silvestres na região Sul do Rio Grande do Sul de 2000 a 2018. Foram revisados os protocolos de necropsia e materiais de aves silvestres encaminhados ao Laboratório Regional de Diagnóstico da Faculdade de Veterinária da Universidade Federal de Pelotas no período. Foram recebidos 381 cadáveres para necropsia, 25 órgãos refrigerados e/ou em formol e 7 biopsias, totalizando 413 materiais. A maioria desses materiais foi remetida pelo Núcleo de Reabilitação da Fauna Silvestre da Universidade Federal de Pelotas (NURFS-CETAS-UFPel) e provenientes de municípios da área de influência do LRD-UFPel. Dos 413 casos 55 (13,31%) corresponderam a doenças metabólicas/nutricionais; 50 (12,10%) a traumas; 35 (8,47%) a doenças bacterianas/toxi-infecções; 30 (7,26%) a doenças parasitárias; 28 (6,77%) doenças fúngicas; 4 (0,97%) doenças virais e 17(4,12%) outras doenças que não se encaixavam nas categorias. Ainda em nos casos em que não foi possível determinar a etiologia, apresentaram autólise acentuada ou foram inconclusivos somaram 194 (46,97%). As doenças metabólicas/nutricionais e lesões traumáticas foram as principais causas de morte de aves silvestres, sendo a ordem mais afetada a Passeriformes.
Biblioteca responsável: BR68.1