Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Monitoramento de fungos toxigênicos e aflatoxinas em rações utilizadas em piscicultura

Cardoso Filho, Francisco das Chagas; Calvet, Rodrigo Maciel; Rosa, Carlos Alberto da Rocha; Pereira, Maria Marlúcia Gomes; Costa, Amilton Paulo Raposo; Muratori, Maria Christina Sanches.
Ci. Anim. bras.; 14(3)2013.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-744965

Resumo

The aim of this study was to determine the occurrence of fungi and aflatoxins in fish feeds. We analyzed 36 samples of feed for fish, with two protein compositions (juvenile/fattening) and two forms of use (sealed/open). Aspergillus and Penicillium species were counted, isolated and identified, the toxic capacity of Flavi strains was measured and aflatoxins in the feed were researched. The mean fungal counts ranged from 2.96 to 4.00 log10 CFU/g and there was no significant difference between treatments. The most isolated species were Aspergillus flavus, Eurotion spp. and Penicillium implicatum. We concluded that the feeds studied had high fungal counts; the isolated Aspergillus flavus strains were not producers of aflatoxin; and aflatoxin was not detected in the feed samples analyzed.
Objetivou-se determinar a ocorrência de fungos e aflatoxinas em rações para peixes. Foram analisadas 36 amostras de ração para peixes, sendo essas com duas composições proteicas (juvenil/engorda) e em duas formas de uso (lacrado/aberto). Foi realizada a contagem, isolamento e a identificação das espécies de Aspergillus e Penicillium, a capacidade toxígena das cepas da seção Flavi, e ainda fez-se a pesquisa de aflatoxinas na ração. As médias das contagens fúngicas variaram de 2,96 a 4,00 UFC/g em log10, e não houve diferença significativas entre os tratamentos. As espécies mais isoladas foram: Aspergillus flavus, Eurotion spp. e Penicillium implicatum. Concluiu-se que as rações analisadas apresentaram elevadas contagens fúngicas, as cepas de Aspergillus flavus isoladas não eram produtoras de aflatoxinas e não foram detectadas aflatoxinas nas amostras de ração analisadas.
Biblioteca responsável: BR68.1