Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Emissão de CO2, características do dossel e acúmulo de forragem em pastos de capim-pensacola sob frequências de desfolhação

Galzerano, Leandro; Malheiros, Euclides Braga; Morgado, Eliane da Silva; Ruggieri, Ana Claudia.
Ci. Anim. bras.; 15(2)2014.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-745013

Resumo

The aim of this study was to evaluate CO2 emission, canopy characteristics and herbage accumulation in pastures of pensacola bahiagrass under frequencies of defoliation. The experiment was conducted at the Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho", Faculty of Agrarian Sciences and Veterinary of UNESP, Jaboticabal, São Paulo, Brasil. The experimental period was from May 3rd to July 26th 2012. The experimental area comprised 28 m² of pensacola bahiagrass (Paspalum notatum Flügge), divided into 10 plots for allocation of treatment (frequencies of defoliation = 2 or 4 weeks). The following variables were studied: canopy height, light interception, leaf area index, herbage accumulation, tiller density, CO2 emissions, soil temperature and moisture. The frequencies of defoliation in the months of May, June and July slightly affect pensacola bahiagrass characteristics. CO2, soil temperature and moisture are more associated to environmental conditions (months of evaluation) than to the frequencies of defoliation imposed to the canopies.
O objetivo deste trabalho foi avaliar a emissão de CO2, as características do dossel e o acúmulo de biomassa em pastos de capim-pensacola sob frequências de desfolhação. O experimento foi conduzido na Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias da UNESP, Câmpus de Jaboticabal. O período experimental foi de 03 de maio a 26 de julho de 2012. A área experimental foi de 28 m², de capim-pensacola (Paspalum notatum Flügge), dividida em 10 parcelas para alocação dos tratamentos (frequências de desfolhação = 2 ou 4 semanas). As variáveis avaliadas foram: altura do dossel, interceptação de luz, índice de área foliar, acúmulo de forragem, densidade populacional de perfilhos, emissão de CO2, temperatura e umidade do solo. As frequências de desfolhação nos meses de maio, junho e julho, pouco afetam as características do capim-pensacola. A umidade do solo, temperatura e emissão de CO2 estão mais associadas às condições ambientais e, portanto, meses de avaliação do que às frequências de desfolhação impostas aos dosséis.
Biblioteca responsável: BR68.1