Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

SERUM LIPID PROFILE OF SPAYED AND NON-SPAYED FEMALE DOGS ASSOCIATED WITH THE BODY CONDITION SCORE

Ferreira, Patricia Almeida; Capella, Sabrina de Oliveira; Theodoro, Stephanie de Souza; Felix, Samuel Rodrigues; Peres, William; Nobre, Márcia de Oliveira.
Ci. Anim. bras.; 16(2)2015.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-745086

Resumo

Neutering females may be associated to weight gain in dogs. In order to diagnose possible alterations, such as diabetes and hyperlipidemias, laboratory assessment of carbohydrate and lipid metabolism is important. The aim of this study was to verify glycemia and serum lipid profile in non-spayed and spayed female dogs, and associate these results with the body condition score. Thirty-two spayed (n=16) and non-spayed (n=16) female dogs had their blood collected for biochemical analysis, and were classified as to their body condition score (BCS). Nine had normal BCS, 10 were overweight, and 13 were obese. Little difference was observed among spayed and non-spayed dogs. Glycemia of spayed canine females is higher than that of non-spayed dogs, regardless of the body condition score. Likewise, total cholesterol levels are higher in non-spayed females. The HDL is higher in non-spayed obese dogs than in spayed dogs with the same body condition, this parameter did not differ in other weight groups. Contrary to what happens in post-menopausal women, spaying dogs does not seem to have such a strong effect on the metabolic parameters assessed. This study revealed unique results, where neither spaying nor weight group had a strong association with metabolic alterations.
A esterilização pode estar associada ao ganho de peso em cães. Para diagnosticar possíveis alterações, como diabetes e hiperlipidemias, análises laboratoriais do metabolismo de carboidratos e lipídios são importantes. O objetivo deste estudo foi verificar a glicemia e o metabolismo lipídico em fêmeas caninas não esterilizadas e esterilizadas e associar estes resultados com o escore de condição corporal. Trinta e duas fêmeas caninas, esterilizadas (n=16) e não esterilizadas (n=16) foram submetidas à coleta sanguínea para análises bioquímicas e foram classificadas conforme escore de condição corporal (ECC). Nove tiveram ECC normal, 10 apresentavam sobrepeso e 13 eram obesas. Pequenas diferenças foram observadas entre os cães esterilizados e não esterilizados. A glicemia de fêmeas não esterilizadas foi mais elevada em todos os escores corporais, bem como o HDL. Triglicérides, LDL e VLDL foram mais baixos em fêmeas não esterilizadas com sobrepeso quando comparado com animais esterilizados na mesma condição corporal, o que não foi observado em outros grupos. Contrariamente ao que acontece em mulheres após a menopausa, a esterilização em fêmeas de cães não parece ter fortes efeitos sobre os parâmetros metabólicos avaliados. Este estudo apresenta resultados únicos, nos quais nem a esterilização nem o peso possuem forte associação com alterações metabólicas.
Biblioteca responsável: BR68.1