Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

ATIVIDADE ANTIBACTERIANA IN VITRO DO EXTRATO DE Abarema cochliacarpos (GOMES) BARNEBY & J.W. GRIMES CONTRA BACTÉRIAS ISOLADAS DE FERIDAS CUTÂNEAS DE CÃES

Tenório, Rodrigo Ferreira Lima; Nascimento, Márcia Silva do; Filho, José Vitor Moreira Lima; Maia, Maria Bernadete de Sousa; Coelho, Maria Cristina de Oliveira Cardoso.
Ci. Anim. bras.; 17(2)2016.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-745155

Resumo

Abstract Abarema cochliacarpos is a native species of Brazil, it belongs to the family Leguminosae - Mimosoidae, and it has been long used in folk medicine. This study aimed to evaluate the in vitro antibacterial activity of cyclohexane, acetone, and ethanol extracts of the bark of Abarema cochliacarpos (Gomes) Barneby & JW Grimes against bacteria isolated from skin wounds in dogs. The antibacterial activity of the extracts was determined by the diffusion method on solid medium while the Minimal Inhibitory Concentration was determined in microplates. Aliquots of the wells without bacterial growth after 24 hours of incubation at 35-37 ºC were added to plates with culture medium to determine Minimum Bactericidal Concentration. The phytochemical analysis of the plant showed positive results for alkaloids, flavonoids, saponins, tannins (condensed), terpenes and steroids. The isolated bacteria were: Staphylococcus intermedius, Bacillus sp., Pasteurella sp., and Escherichia coli. In vitro assays of the extracts of the bark of Abarema cochliacarpos showed inhibition against Gram-positive bacteria Staphylococcus intermedius and Bacillus sp. concentrations tested (100, 50, 25, 12.5 and 6.25 mg / mL) except for the cyclohexane extract that showed no inhibition at concentrations of 6.25 and 12.5 mg / mL against Staphylococcus intermedius. There were no zones of inhibition against the Gram-negative bacteria Pasteurella sp. and Escherichia coli. We concluded that the cyclohexane, acetone, and ethanol extracts of the bark of Abarema cochliacarpos showed antibacterial activity for most tested concentrations against the strains Gram-positive Staphylococcus intermedius and Bacillus sp. isolated from skin wounds in dogs.
Resumo Abarema cochliacarpos é uma espécie nativa do Brasil, pertence à família Leguminosae - Mimosoidae, muito utilizada na medicina popular. Objetivou-se avaliar a atividade antibacteriana in vitro dos extratos ciclohexânico, acetônico e etanólico da casca de Abarema cochliacarpos (Gomes) Barneby & J.W. Grimes contra bactérias isoladas de feridas cutâneas de cães. A atividade antibacteriana dos extratos foi determinada pelo método de difusão em meio sólido enquanto que a Concentração Mínima Inibitória foi determinada em microplacas. Alíquotas dos poços sem crescimento bacteriano após 24h de incubação a 35-37 ºC foram adicionadas em placas com meio de cultura para determinação da Concentração Mínima Bactericida. A análise fitoquímica da planta revelou resultados positivos para alcalóides, flavonóides, saponinas, taninos (condensáveis), terpenos e esteróides. As bactérias isoladas foram: Staphylococcus intermedius, Bacillus sp., Pasteurella sp. e Escherichia coli. Os ensaios in vitro dos extratos da casca de Abarema cochliacarpos mostraram inibição contra as bactérias Gram-positivas Staphylococcus intermedius e Bacillus sp. nas concentrações testadas (100, 50, 25, 12,5 e 6,25 mg/mL), exceto para o extrato em ciclohexano que não demonstrou inibição nas concentrações de 12,5 e 6,25 mg/mL contra o Staphylococcus intermedius. Não houve halos de inibição frente aos isolados Gram-negativos Pasteurella sp. e Escherichia coli. Concluiu-se que os extratos ciclohexânico, acetônico e etanólico da casca de Abarema cochliacarpos mostraram atividade antibacteriana, para a maioria das concentrações testadas, frente às cepas Gram-positivas Staphylococcus intermedius e Bacillus sp. isoladas de feridas cutâneas de cão.
Biblioteca responsável: BR68.1