Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

IMPACTO DA DISTRIBUIÇÃO DE NÚMERO DESIGUAL DE PROGÊNIES POR REPRODUTOR NA AVALIAÇÃO GENÉTICA DE ANIMAIS, EM AMBIENTES COM PRESENÇA DE HETEROGENEIDADE DE VARIÂNCIA AMBIENTAL

Araujo, Claudio Vieira de; Oliveira, Lutero de Andrade; Araujo, Simone Inoe; Silva, Delvan Alves da; Silva, Alessandra Alves da.
Ci. Anim. bras.; 182017.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-745200

Resumo

Abstract A progeny test representing the milk yield was simulated to evaluate the effect of heterogeneity of environmental variance on genetic evaluation of sires in situations of unequal number of progeny per sire between herds, eliminating, at random, daughters per sires in environments of low and high environmental variability. In all situations involving loss of information in the environment of lower environmental variability, there was larger overestimation of the residual variance component, resulting in lower estimates of heritability. On the other hand, the decrease in the amount of information of herds from high environmental variability led to greater overestimation of additive genetic variance and lower overestimation of environmental variance. Although there were alterations in breeding values regarding sires, Spearman and Pearson correlations between breeding values, in all situations, were higher than 0.90. The uneven number of progeny per sire in the presence of heterogeneity of environmental variance led to the overestimation of variance components and changes in absolute breeding values of the sires, without, however, changing the classification values.
Resumo Foi simulado um teste de progênie com o objetivo de avaliar o efeito da heterogeneidade de variância ambiental sobre a avaliação genética de reprodutores, em situações de número desigual de progênie por reprodutor entre rebanhos. A situação do número desigual de progênie por reprodutor foi representada eliminando-se, de forma aleatória, o número de progênies por reprodutor em ambientes de baixa e alta variabilidade ambiental. Nas situações que envolveram perda de informação no ambiente de menor variabilidade ambiental, houve maiores superestimações na estimação da variância residual, ocasionando menores estimativas de herdabilidade. Por outro lado, quando se diminuiu a quantidade de informação proveniente de rebanhos de alta variabilidade ambiental, houve maior superestimação da variância genética aditiva e menor superestimação da variância ambiental. Embora tenham ocorrido alterações na magnitude dos valores genéticos para os reprodutores, as correlações de Spearman e Pearson entre os valores genéticos dos mesmos, em todas as situaçãoes, foram maiores do que 0,90. O número desigual de progênie por reprodutor na presença de heterogeneidade de variância ambiental provoca superestimação das estimativas de componentes de variância e valores absolutos de predição de valores genéticos dos reprodutores, sem, contudo, alterar a classificação dos mesmos.
Biblioteca responsável: BR68.1