Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Phenotypic diversity of pea (Pisum sativum L.) varieties and the polyphenols, flavonoids, and antioxidant activity of their seeds

Zhao, Tianyao; Su, Wenjin; Qin, Yang; Wang, Liyun; Kang, Yufan.
Ci. Rural; 50(5)2020.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-745382

Resumo

ABSTRACT: Pea (Pisum sativum L.) is the fourth leading legume crop in the world, and its demand is increasing. In this study, the morphological characteristics (seed shape, seed surface, seed coat color, hilum color, cotyledon color, 100-seed weight and color values), total phenolic content (TPC), total flavonoid content (TFC), 2,2-azinobis-(3-ethylbenzthiazoline-6-sulphonate) (ABTS) free radical scavenging capacity and ferric reducing antioxidant power (FRAP) of 75 pea cultivars were investigated. Results showed rich genetic diversity and a wide range of phenolic contents and antioxidant activities. Sixteen varieties enriched with phenolic contents and high antioxidant activities were screened out. A significant correlation was reported among color values, TPC, TFC, ABTS and FRAP. Principal component analysis (PCA) extracted four principal components with a total cumulative contribution of 81.29%. Hierarchical cluster analysis based on the four extracted principal components resulted in a dendrogram dividing the peas into three groups. In addition, dark pea seeds have potential as a functional food in addition to their traditional role in providing dietary protein and fibre. This study provided a scientific basis for the breeding of pea varieties, development of new products and improvement of pea resource utilization.
RESUMO: A ervilha (Pisum sativum L.) é a quarta cultura de leguminosas líder no mundo e sua demanda está aumentando. Neste estudo, as características morfológicas (forma da semente, superfície da semente, cor da casca, cor do hilo, cor do cotilédone, peso de 100 sementes e valores de cor), teor fenólico total (TPC), teor de flavonóides totais (TFC), 2,2. A capacidade de eliminação de radicais livres de -azinobis- (3-etilbenzotiazolino-6-sulfonato) (ABTS) e o poder antioxidante redutor de ferro (FRAP) de 75 cultivares de ervilha foram investigados. Os resultados mostraram rica diversidade genética e uma ampla gama de conteúdos fenólicos e atividades antioxidantes. Dezesseis variedades enriquecidas com conteúdo fenólico e alta atividade antioxidante foram descartadas. Uma correlação significativa foi encontrada entre os valores de cores, TPC, TFC, ABTS e FRAP. A análise de componentes principais (PCA) extraiu quatro componentes principais com uma contribuição total acumulada de 81, 29%. A análise hierárquica de agrupamento foi baseada nos quatro componentes principais extraídos resultou em um dendrograma dividindo as ervilhas em três grupos. Assim, as sementes de ervilha escura têm potencial como alimento funcional, além de seu papel tradicional no fornecimento de proteína e fibra dietética. Este estudo fornece uma base científica para a criação de variedades de ervilha, desenvolvimento de novos produtos e melhoria da utilização de recursos de ervilha.
Biblioteca responsável: BR68.1