Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Fighting COVID-19

Campos, D. M. O.; Oliveira, C. B. S.; Andrade, J. M. A.; Oliveira, J. I. N..
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-745604

Resumo

Abstract The current COVID-19 pandemic caused by the novel coronavirus (SARS-CoV2) poses a threat to global health owing to its high rate of spread and severe forms of respiratory infection. The lack of vaccines and antivirals prevents clinical strategies against the disease, creating an emerging need for the development of safe and effective treatments. Strategies for vaccine development include complete vaccines against viruses, subunits, and nucleic acids, but are still in their early stages. Studies carried out to date on possible SARS-CoV2 drug targets highlight glycoprotein S, Mpro (main protease or protease type 3C), and a member of the transmembrane serine protease II families (TMPRSS2). However, due to the pandemic state, priority is given to marketed drugs. These include chloroquine (CQ), hydroxychloroquine (HCQ), nitazoxanide, remdesivir, Lopinavir/ritonavir (LPV / r), in addition to treatment with convalescent plasma. But, therapeutic specific effects against SARS-CoV2 have not yet been verified. Most of the information obtained about treatment is based on preliminary and limited studies. We conclude that, at this time of emergency, the search for new therapies is more urgent due to the need to save lives. Thus, we point out as interesting targets for future more specific research: glycoprotein S, Mpro, and TMPRSS2.
Resumo A pandemia de COVID-19 causada pelo novo Coronavírus (SARS-CoV2) representa uma ameaça à saúde global devido à alta taxa de disseminação e formas graves de infecção respiratória. A falta de vacinas e antivirais específicos dificultam as estratégias clínicas de controle da doença, criando a necessidade urgente do desenvolvimento de tratamentos seguros e eficazes. Com relação as estratégias para o desenvolvimento de vacinas, incluem-se: aquelas com o vírus completo, subunidades e ácidos nucléicos, mas estas ainda estão em estágios iniciais. Já sobre os estudos realizados até o momento buscando novos alvos terapêuticos contra o SARS-CoV2, destacam a glicoproteína S; Mpro (principal protease ou protease tipo 3C) e um membro da família transmembrana serina protease II (TMPRSS2). No entanto, devido ao estado pandêmico, tem sido dada prioridade aos medicamentos comercializados. Estes incluem a cloroquina (CQ); hidroxicloroquina (HCQ); nitazoxanida; remdesivir; Lopinavir / ritonavir (LPV/r); além do tratamento com plasma de pacientes curados. Porém, ainda não há uma estratégia terapêutica contra o SARS-CoV2 totalmente eficaz, e a maioria das informações obtidas sobre o tratamento é baseada em estudos preliminares e limitados. Concluímos então que, neste momento de emergência, a busca por novas terapias é algo urgente devido à necessidade de salvar vidas. Assim finalizamos sugerindo como alvos interessantes para futuras pesquisas específicas: a glicoproteína S, Mpro e o TMPRSS2.
Biblioteca responsável: BR68.1