Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Actinobacillosis outbreak in cattle with clinical manifestation of hippopotamus-like face

Scheid, Haide Valeska; Estima-Silva, Pablo; Monteiro, Francielle Liz; Marques, Lucas S.; Coelho, Ana Carolina B.; Lima, Marcelo de; Ladeira, Silvia R.L; Schild, Ana Lucia.
Pesqui. vet. bras; 40(5)2020.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-745902

Resumo

ABSTRACT: Actinobacillosis outbreak with clinical manifestation of hippopotamus-like face observed in a property located in the municipality of Capão do Leão, Southern Brazil, in September 2016, is described. The cattle herd remained for most of the year in rice stubble. When these areas were occupied with new crops, they were transferred to areas where there were small native forests. Three cattle were affected. They presented a volume increase in the nasolabial and maxillary region, and there was also regional lymph node swelling. The evolution of the disease occurred in approximately six months. In tissue fragments collected for culture, Actinobacillus lignieresii was isolated. The diagnosis was based on clinical findings, histopathological evaluation characterized by the presence of piogranulomas with Splendore Hoepli reaction in its center, bacterial isolation, and identification of A. lignieresii by polymerase chain reaction (PRC) and genetic sequencing.
RESUMO: Descreve-se um surto de actinobacilose com manifestação clínica de cara de hipopótamo diagnosticado em uma propriedade localizada no município do Capão do Leão, Rio Grande do Sul em setembro de 2016. Os bovinos permaneciam durante a maior parte do ano em restevas de arroz e quando as áreas eram ocupadas com novas lavouras eram transferidos para áreas onde havia pequenas matas nativas. Foram afetados três bovinos adultos que apresentavam aumento de volume na região nasolabial e maxilar e havia, também, tumefação dos linfonodos regionais. A evolução da enfermidade era de aproximadamente seis meses. Nos fragmentos coletados para cultura houve isolamento de Actinobacillus lignieresii. O diagnóstico foi baseado nos achados clínicos, na avaliação histopatológica caracterizada pela presença de piogranulomas com reação de Splendori Hoepli no centro, no isolamento bacteriano, identificação de Actinobacillus lignieresii por reação em cadeia da polimerase (PRC) e sequenciamento genético.
Biblioteca responsável: BR68.1