Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Domestication strategies for the endangered catfish species Pseudopimelodus mangurus Valenciennes, 1835 (Siluriformes: Pseudopimelodidae)

Shiguemoto, G. F.; Arashiro, D. R.; Levy-Pereira, N.; Santos, S. C. A.; Senhorini, J. A.; Monzani, P. S.; Yasui, G. S..
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-746048

Resumo

Abstract Wild fish domestication can be considered a strategic approach to endangered species conservation, supporting studies and reducing economic and environmental costs. Three of the most important strategies in the domestication processes of fish are the adaptation of wild fish to captivity, the reproduction of the adapted fish and the production and maintenance of the young individuals. That being said, the present study is divided in three experiments: the 1st aimed to adapt wild Pseudopimelodus mangurus to captivity environment using different feeding approaches and a prophylactic strategie; the 2nd aimed to reproduce the adapted individuals from the 1st experiment; and the 3rd aimed to train the P. mangurus juveniles to accept commercial diets. The 1st and 2nd experiments were successful at the maintenance and artificial reproduction of P. mangurus kept in tanks between the reproductive seasons. The results suggest that the reproductive performance of animals kept in captivity (initial relative fertility-IRF = 609.25 ± 36.6 eggs/g) was similar (p > 0,05) to the performance found in wild individuals (IRF = 679.21 ± 45.66 eggs/g). Feed training of P. mangurus juveniles (3rd experiment) was also conducted, evaluating three feeding treatments with different concentrations of bovine heart and ration. At the end of the experiment, the treatment containing half bovine heart and half commercial feeding resulted in the highest values of weight gain (0.10 ± 0.16 g), specific growth rate (0.37 ± 0.11 mm), length (47.78 ± 2.35 mm) and growth (2.15 ± 2.27 mm), suggesting reasonable acceptability to artificial diets in the cultivation of this species. As conclusion, the present study contributes with the development of techniques for the domestication of fresh water fish species with commercial value or andangered of extinction, showing the domestication and reproduction of wild P. mangurus in captivity. However, more studies have to be conducted in order to improve the acceptance of artificial feeding by juveniles and to increase their survival rate.
Resumo A domesticação de peixes selvagens pode ser considerada uma abordagem estratégica para a conservação de espécies ameaçadas, apoiando estudos e reduzindo custos econômicos e ambientais. Três das estratégias mais importantes para o processo de domesticação de peixes são a adaptação dos peixes ao cativeiro, a reprodução dos peixes adaptados e a produção e manutenção dos indivíduos jovens. O presente estudo está dividido em três partes: a 1ª objetivou adaptar Pseudopimelodus mangurus selvagens ao ambiente de cativeiro usando diferentes abordagens alimentares e uma estratégia profilática; o 2º objetivou reproduzir os indivíduos adaptados do 1º experimento; e o 3º teve como objetivo treinar os juvenis de P. mangurus para aceitar dietas comerciais. O 1o e 2o experimento obteveram sucesso na manutenção e reprodução artificial de P. mangurus mantidos em tanques entre as estações reprodutivas. Os resultados sugerem que o desempenho reprodutivo dos animais mantidos em cativeiro (fertilidade inicial relativa-FIR = 609,25 ± 36,6 ovos / g) foi similar (p> 0,05) ao dos indivíduos selvagens (FIR = 679,21 ± 45,66 ovos / g). O treinamento alimentar de P. mangurus juvenis (3º experimento) também foi realizado avaliando-se 3 tratamentos alimentares com diferentes concentrações de coração bovino e ração. Ao final do experimento, o tratamento contendo metade coração bovino e metade ração gerou os maiores valores de ganho de peso (0,10 ± 0,16 g), taxa de crescimento específico (0,37 ± 0,11 mm), comprimento (47,78 ± 2,35 mm) e crescimento (2,15 ± 2,27 mm), sugerindo razoável aceitabilidade para dietas artificiais no cultivo desta espécie. Como conclusão, o presente estudo contribui com o desenvolvimento de técnicas para a domesticação espécies de peixes de água doce, de interesse comercial ou ameaçados de extinção, mostrando a domesticação e reproduçao de em cativeiro P. Mangurus selvagens. No entanto, mais estudos devem ser conduzidos no intuito de aumentar a aceitação de dietas comerciais pelos juvenis e melhorar sua taxa sobrevivência.
Biblioteca responsável: BR68.1