Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Zooplankton communities and their relationship with water quality in eight reservoirs from the midwestern and southeastern regions of Brazil

Picapedra, P. H. S.; Fernandes, C.; Baumgartner, G.; Sanches, P. V..
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-746105

Resumo

Abstract Zooplankton are widely recognised as being regulated primarily by predators and food availability. In reservoirs, the quantity and quality of food resources are generally affected by the characteristics of the water, which in turn are controlled by the flow pulse generated by operation of the dams. In this study, we investigated the relationship between zooplankton, water quality and food availability (phytoplankton) in eight hydroelectric reservoirs located in Brazil. Samples were collected during the rainy and dry periods between 2008 and 2009. In general, the reservoirs exhibited mesotrophic conditions and Cyanobacteria were the predominant phytoplankton. The results showed that the rotifers Kellicottia bostoniensis, Hexarthra mira, Keratella spp., and Polyarthra vulgaris were present, indicating nutrient-rich environments. In addition, the copepod Thermocyclops decipiens occurred in eutrophic environments. In contrast, the cladoceran Daphnia gessneri and copepod Notodiaptomus henseni were considered indicators of more desirable water quality, owing to their relationship with waters with lower levels of nutrients and suspended solids. The results support the use of these organisms as a useful tool for understanding changes in water quality and in the ecosystem processes involved.
Resumo O zooplâncton é amplamente reconhecido como sendo regulado principalmente por predadores e pela disponibilidade de alimento. Em reservatórios, a quantidade e a qualidade de recursos alimentares são afetadas pelas características da água que, por sua vez, são controladas pelo pulso de fluxo gerado pela operação das barragens. Neste estudo, investigamos a relação entre o zooplâncton, qualidade dágua e a disponibilidade de alimento (fitoplâncton) em oito reservatórios hidrelétricos localizados no Brasil. Amostras foram coletadas durante os períodos chuvoso e seco, entre os anos de 2008 e 2009. Em geral, os reservatórios exibiram condições mesotróficas e Cyanobacteria foi o fitoplâncton predominante. Os resultados mostraram que os rotíferos Kellicottia bostoniensis, Hexarthra mira, Keratella spp. e Polyarthra vulgaris foram indicadores de ambientes ricos em nutrientes. Além disso, o copépode Thermocyclops decipiens ocorreu em ambientes eutróficos. Por outro lado, o cladócero Daphnia gessneri e o copépode Notodiaptomus henseni foram considerados indicadores de melhor qualidade da água, devido a sua relação com águas com baixos níveis de nutrientes e sólidos em suspensão. Os resultados suportam o uso desses organismos como uma ferramenta útil para o entendimento das mudanças na qualidade dágua e nos processos ecossistêmicos envolvidos.
Biblioteca responsável: BR68.1