Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Influence of eucalyptus development under soil fauna / Influência do desenvolvimento do eucalipto sob a fauna edáfica

Boeno, D; Silva, R. F; Almeida, H. S; Rodrigues, A. C; Vanzan, M; Andreazza, R.
Braz. J. Biol.; 80(2): 345-353, 2020. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-746187

Resumo

In the implantation of forests, soil tillage can affect the soil fauna, but over the years, it is possible that forest development can recompose the biological indicators of soil quality. So, the aim of this study was to evaluate the influence of different periods of eucalyptus development on community of edaphic fauna. The experiment was carried out in forest areas in the municipality of Ametista do Sul, RS. The Experimental design was completely randomized with 6 treatments, once 4 of the treatments were with different ages of the Eucalyptus grandis (two, four, six and eight years after trasnplant YAT); plus 2 control treatments: Native Forest and Soil Naked, with 7 collection points. To sample the edaphic fauna, it was used traps such as PROVID. Also, the edaphic fauna was sampled at the depth of 0-5 cm for the quantification of mites. It was carried out the counting of individuals at the level of order and family for the mites, the means of the groups were submitted to the Tukey test and comparisons by Orthogonal Contrasts and calculated indices of Biodiversity: Margalef Richness, Simpson dominance, Shannon diversity and Pielou uniformity. The results showed lower abundance of individuals in Naked soil, while the Native Forest presented the best Biodiversity indices. With eight years of implantation of eucalyptus there was recovered the biological quality of the soil expressed by the population of springtails. The population of oribatídeos mites increased expressively from the six years of implantation of eucalyptus.(AU)
Na implantação de florestas, o revolvimento do solo pode simplificar a fauna edáfica, porém com o passar dos anos é possível que o desenvolvimento florestal possa recompor os indicadores biológicos de qualidade do solo. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência de diferentes períodos de desenvolvimento de eucalipto sobre a comunidade da fauna edáfica. O experimento foi realizado em área florestal no município de Ametista do Sul, RS. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com 6 tratamentos, sendo 4 tratamentos com diferentes períodos de implantação de Eucalyptus grandis (dois, quatro, seis e oito anos após o transplante - YAT) + 2 tratamentos controle - Mata Nativa e Solo Desnudo, com 7 pontos de coleta. A coleta da fauna edáfica foi por meio de armadilhas do tipo PROVID e amostras centrais de solo na profundidade de 0-5 cm para ácaros. Realizou-se a contagem de indivíduos em nível de classe ou ordem e de família para ácaros, as médias dos grupos foram submetidas ao teste de Tukey e comparações por Contrastes Ortogonais e calculados os índices de biodiversidade: Riqueza de Margalef, dominância de Simpson, Diversidade de Shannon e uniformidade de Pielou. Os resultados demonstram menor abundância de indivíduos no solo Desnudo, enquanto a Mata Nativa apresentou os melhores índices de Biodiversidade. Com oito anos de implantação de eucalipto ha recuperação da qualidade biológica do solo expressa pela população de Colêmbolos. A população de ácaros oribatídeos aumenta expressivamente a partir dos seis anos de implantação de eucalipto.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1