Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Protection against Toxoplasma gondii cysts in pigs immunized with rROP2 plus Iscomatrix

Cunha, Ivo Alexandre Leme da; Zulpo, Dauton Luiz; Taroda, Alexandra; Barros, Luiz Daniel de; Almeida, Jonatas Campos de; Candim, Sérgio Tosi; Navarro, Italmar Teodorico; Garcia, João Luis.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-759661

Resumo

Abstract This study aimed to evaluate the humoral immune response in pigs immunized intranasally and intramuscularly with recombinant Toxoplasma gondii rROP2 protein in combination with the adjuvant Iscomatrix. Twelve mixed breed pigs divided into three groups (n=4) were used, G1 received recombinant ROP2 proteins (200 µg/dose) plus Iscomatrix, G2 received PBS plus Iscomatrix, and G3 as the control group. The intranasal (IN) and intramuscular (IM) routes were used. Animals were challenged orally with VEG strain oocysts and treated on day three after challenge. Fever, anorexia, and prostration were the clinical signs observed in all animals. All the G1 animals produced antibodies above the cut-off on the day of the challenge, while the G2 and G3 remained below the cut-off. Better partial protection against parasitemia and cyst tissue formation was observed in G1 than G3. The protection factors against tissue cyst formation were 40.0% and 6.1% for G1 and G2, respectively, compared to G3. In conclusion, there were not systemic antibody responses in pigs with IN immunization with rROP2+Iscomatrix; however, after IM immunization, those animals produced higher titers than animal controls. We associated these results with partial protection obtained against parasitemia and tissue cysts formation.
Resumo O objetivo deste estudo foi avaliar a resposta imune humoral em suínos imunizados pelas vias intranasal e intramuscular com proteínas recombinantes rROP2 do Toxoplasma gondii associadas ao adjuvante Iscomatrix. Doze suínos cruzados divididos em 3 grupos (n=4) foram utilizados. O G1 recebeu proteína recombinante ROP2 (200mg/dose) associada ao adjuvante Iscomatrix; o G2 recebeu PBS associado ao Iscomatrix; e o G3 foi o grupo controle. As vias intranasal (IN) e intramuscular (IM) foram utilizadas. Os animais foram desafiados por via oral com a cepa VEG e tratados no dia três após o desafio. Febre, anorexia e prostração foram os sinais clínicos observados em todos os animais. Todos os animais do G1 produziram anticorpos acima do ponto de corte no dia do desafio, enquanto os animais do G2 e G3 permaneceram abaixo do ponto de corte no desafio. Proteção parcial contra parasitemia e formação de cistos teciduais foram observadas nos suínos do G1 comparados ao G3. Os fatores de proteção contra a formação de cistos teciduais foram 40,0% e 6,1% no G1 e G2, respectivamente, comparados com o G3. Como conclusão, não houve estimulação da resposta imune humoral sistêmica nos suínos após as imunizações IN com rROP2+Iscomatrix. Estes animais, porém, após a imunização IM, produziram títulos de anticorpos mais altos que os animais controles. Esses resultados foram associados a uma proteção parcial contra a parasitemia e formação de cistos teciduais.
Biblioteca responsável: BR68.1