Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Heifers rearing on natural grassland under rotational grazing during warm season

Marin, Luciana; Quadros, Fernando Luiz Ferreira de; Oliveira, Leandro Bittencourt de; Soares, Émerson Mendes; Casanova, Pedro Trindade; Nascimento, Pedro Luiz do.
Ci. Rural; 50(9)2020.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-759836

Resumo

ABSTRACT: This study aimed to evaluate the effect of two rest intervals between grazing on the structural characteristics of pasture and performance of beef heifers in Campos grassland under rotational grazing. The treatments were two intervals between 375 and 750 DD (degree-days) grazing, based on the cumulative thermal sum for leaf expansion of native grasses belonging to capture and conservation groups of resources dominant in a natural grassland. The experiment was conducted during 151 days from October 2015 to March 2016, and twenty-four Braford heifers tests mean age = 12 months; mean body weight = 220kg (± 27.8) were used. The pre-grazing total forage mass (FMt) was on average 3791 kgMSha-1 and did not differ between treatments and season, the same occurred with the non-tussock FM. The average stocking rate was 469 kg ha-1 in both treatments. The average daily gain varied only between seasons, 0.102 kg animal-1 day-1 during spring and 0.372 kg animal-1 day-1 during summer. During the 151 evaluation days, the gain per area was a 103 kgha-1. The use of rest intervals between grazing based on the leaf elongation of dominant grasses, when applied to the areas of Campos grasslands, provided nutritional conditions to reach the target body weight for breeding 24 months old beef heifers.
RESUMO: O estudo objetivou avaliar o efeito de dois intervalos de descanso entre pastoreios nas características estruturais do pasto e desempenho de novilhas de corte em pastagens naturais manejadas em pastejo rotativo. Os tratamentos foram dois intervalos entre pastejos de 375 e 750 GD (graus dia), baseados na soma térmica da duração de elongação foliar média de gramíneas de grupos de captura e conservação dos recursos dominantes de uma pastagem natural. O experimento foi conduzido no período de outubro de 2015 a março de 2016, com duração de 151 dias e os períodos experimentais divididos em primavera e verão. Foram utilizadas 24 novilhas teste da raça Braford, com idade inicial na média de 12 meses, e de peso corporal médio de 220 kg (± 27,8). A Massa de forragem total (FMt) pré-pastejo foi em média de 3791 kgMSha-1 e não diferiu entre tratamentos e estação, o mesmo ocorreu com a FM de estrato não touceira. A taxa de lotação média foi de 469 kgha-1 em ambos os tratamentos. O ganho médio diário variou apenas entre estações, com médias de 0,102 kganimal-1dia-1 na primavera e 0,372 kganimal-1dia-1 no verão. O ganho por área durante os 151 dias de avaliação foi em média de 103 kgha-1. As pastagens naturais submetidas a intervalos de descanso entre pastoreios baseados na elongação foliar de gramíneas dominantes, independente do tratamento utilizado, proporcionam ritmos de ganhos médios diários compatíveis com a meta de peso corporal, a ser atingida aos 24 meses, para que as novilhas possam ser acasaladas.
Biblioteca responsável: BR68.1