Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Activity of Piperaceae extracts and fractions in the control of Phytomonas serpens

Cancini, Neriani de Souza; Beraldo-Borrazzo, Jesieli; Menezes, Jéssica Lima de; Cortez, Diógenes Aparício Garcia; Valdez, Rodrigo Hinojosa; Garcia, Francielle Pelegrin; Yamada-Ogatta, Sueli Fumie; Dias Filho, Benedito Prado; Ueda-Nakamura, Tânia; Nakamura, Celso Vataru; Abreu Filho, Benício Alves de.
Ci. Rural; 50(10)2020.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-759839

Resumo

ABSTRACT: Protozoa of the genus Phytomonas are harmful parasites to several agricultural crops of economic importance. Due to their recognized biological activity, crude extracts of Piper aduncum, P. crassinervium, P. hispidum, and P. amalago leaves, were tested using the microdilution plate technique to assess the antiparasitic potential against Phytomonas serpens. Results showed that the ethanolic crude extract of P. crassinervium and P. amalago presented the best inhibitory concentration for 50% of the cells (IC50), 16.5 µg mL-1 in chloroform phase, and 18 µg mL-1 in aqueous phase, respectively, after 48 h treatment. Cytotoxicity analyses were performed using the colorimetric method of sulforhodamine-B in LLCMK2 mammalian cells. The chloroform phase of P. crassinervium was subjected to the fractionation process, in which the ethyl acetate and dichloromethane fractions obtained better IC50 values. Scanning electron microscopy (SEM) images showed alterations in the cell membrane of the treated parasites. The data obtained indicate a potential antiparasitic effect of the Piper species analyzed against P. serpens, being considered promising candidates for formulations of bioproducts to control the parasite.
RESUMO: Protozoários do gênero Phytomonas são parasitas prejudiciais a várias culturas agrícolas de importância econômica. Devido a sua atividade biológica reconhecida, extratos brutos de folhas de Piper aduncum, P. crassinervium, P. hispidum e P. amalago, foram testadas pela técnica de microdiluição em placa para avaliar o seu potencial antiparasitário contra Phytomonas serpens. Os resultados mostraram que o extrato bruto etanólico de P. crassinervium e P. amalago apresentaram as melhores concentrações inibitórias para 50% das células (IC50), 16,5 µg mL-1 na fase clorofórmio e 18 µg mL-1 na fase aquosa, respectivamente, após 48 h de tratamento. Análises de citotoxicidade foram realizadas através do método colorimétrico da sulforodamina-B, em células de mamíferos LLCMK2. A fase clorofórmio de P. crassinervium foi submetida ao processo de fracionamento, no qual as frações acetato de etila e diclorometano obtiveram melhores valores de IC50. Imagens de microscopia eletrônica de varredura (MEV) mostraram alterações na membrana celular dos parasitas tratados com fase aquosa de P. amalago. Os dados obtidos indicam potencial efeito antiparasitário das espécies de Piper analisadas contra P. serpens, sendo consideradas candidatas promissoras para formulações de bioprodutos para controle do parasito.
Biblioteca responsável: BR68.1