Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

PREVALÊNCIA DE ANTICORPOS CONTRA LEPTOSPIRA SPP. EM BOVINOS, CANINOS, EQUINOS, OVINOS E SUÍNOS DO MUNICÍPIO DE JAGUAPITÃ, ESTADO DO PARANÁ, BRASIL

Hashimoto, V.Y.; Garcia, J.L.; Spohr, K.A.H.; Silva, F.G. da; Alves, L.A.; Freitas, J.C. de.
Arq. Inst. Biol.; 77(3)2010.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-760299

Resumo

ABSTRACT The objective of this work was to determine the prevalence of antibodies against Leptospira spp. in cattle, dogs, horses, sheep and swine from 40 properties located in the rural area of Jaguapitã, state of Paraná, Brazil. Blood samples were taken from 370 cattle, 97 dogs, 161 horses, 70 sheep and 230 swine. The number of animals tested on each property, as well as the number of properties was determined using the program Epi-info version 6. Samples of serum were submitted to microscopic agglutination test (MAT) with 22 Leptospira spp. serovars. From the 40 rural properties investigated, 38 (95.00%) had at least one positive animal according to SAM, and from 928 studied animals, 316 (34.08%) presented titers ? 100. The prevalence observed in the bovine species was 42.43%, with 87.18% of the properties presenting at least one positive animal. The prevalence of animals and properties reactive for the other species were, respectively: 48.44% and 87.18% for horses; 38.57% and 100% for sheep; 18.70% and 28.00% for swine; 11.34% and 31.25% for dogs. The most frequent serovar in bovines was Hardjo, in horses Castellonis and Sentot, in sheep, swine and dogs Icterohaemorrhagiae. The results obtained in this study demonstrated that the 5 studied animal species in the rural area of Jaguapitã had contact with several Leptospira spp. serovars. Moreover, serological results suggest a possible transmission of Leptospira spp. between animal species, probably because of exposure to the same sources of infection among the animals studied.
RESUMO O objetivo deste trabalho foi determinar a prevalência de anticorpos contra Leptospira spp. em bovinos, caninos, equinos, ovinos e suínos, oriundos de 40 propriedades localizadas na área rural do Município de Jaguapitã, Estado do Paraná. Foram colhidas amostras de sangue de 370 bovinos, 161 equinos, 70 ovinos, 230 suínos e 97 caninos. O número de animais testados em cada propriedade, assim como o número de propriedades, foi determinado utilizando-se o programa Epi-info versão 6. As amostras de soros obtidas foram submetidas à prova de soroaglutinação microscópica (SAM) com 22 sorovares de Leptospira spp. Das 40 propriedades rurais pesquisadas, 38 (95,00%) tiveram pelo menos um animal sororeagente na SAM e dos 928 animais estudados, 316 (34,08%) apresentaram títulos ? 100. A prevalência observada na espécie bovina foi de 42,43%, com 87,18% das propriedades apresentando pelo menos um animal sororeagente. As prevalências de animais e propriedades reagentes para as demais espécies foram, respectivamente, 48,44% e 87,18% para equinos; 38,57% e 100% para ovinos; 18,70% e 28,00% para suínos; 11,34% e 31,25% para cães. O sorovar mais provável encontrado em bovinos foi Hardjo, em equinos Castellonis e Sentot, em ovinos, suínos e cães Icterohaemorrhagiae. Os resultados obtidos neste trabalho demonstram que as cinco espécies animais estudadas na área rural do Município de Jaguapitã tiveram contato com vários sorovares de Leptospira spp. Além disso, os resultados sorológicos sugerem uma possível transmissão do micro-organismo entre espécies animais, provavelmente em decorrência da exposição às mesmas fontes de infecção entre os animais estudados.
Biblioteca responsável: BR68.1