Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Analysis of added value in bovines sold for the angus meat program in the south of Brazil

Vaz, Fabiano Nunes; Maysonnave, Greicy Sofia; Pascoal, Leonir Luiz; Vaz, Ricardo Zambarda; Severo, Marcelo Machado; Fabrício, Edom de Ávila.
Ci. Anim. bras.; 222021.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-762218

Resumo

Abstract The objective of this work was to analyze price aggregation and disaggregation in commercialized animals searching for Programa Carne Angus benefits in the state of Rio Grande do Sul, Brazil. Data from 40,698 carcasses with Angus cattle racial pattern, slaughtered in a meat industry that performs the Programa Carne Angus certification, during the 2014 year were analyzed. The aggregated value was calculated by the difference between the negotiated base price for the lot and the final price obtained by animal after the certification process. The disaggregation was calculated based on the factors preventing the animals from being included in the certification program. The results show that the major disqualifying factor in males with the racial pattern was carcass fatness, and for females was the dentition, which disqualified 34.3 and 12.7% respectively. Value breakdown from 7,177 disqualified animals due to lack of finishing, or advanced dentition, reached R$ 1,213,528.00, or US$ 369,077.86 (US$ 51.43 per head), an amount that is no paid on from the industry to rural producers.
Resumo O objetivo deste trabalho foi analisar a agregação e a desagregação de valores dos animais comercializados em busca das bonificações do programa Carne Angus no estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Foram analisados os dados de 40.698 carcaças de bovinos abatidos em uma indústria frigorífica que realiza a certificação para o programa Carne Angus, durante o ano de 2014. A agregação de valor foi calculada pela diferença entre o preço base negociado para o lote e o preço final obtido pelo animal depois do processo de certificação. A desagregação foi calculada em função dos fatores que impediram os animais de serem enquadrados no programa de certificação. Os resultados mostram que o maior motivo para a desclassificação de animais com o padrão racial foi a dentição e o acabamento, os quais desclassificam, respectivamente, 34,3 e 12,7% dos animais com padrão racial. A desagregação de valor resultante de 7.177 animas que foram desclassificados por falta de acabamento ou por dentição avançada atingiu um valor de R$ 1.213.528,00, ou US$ 369.077,86 (US$ 51,43 por cabeça), quantia esta que deixou de ser repassada da indústria aos produtores rurais.
Biblioteca responsável: BR68.1