Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Use of palatal prosthesis to correct an acquired palatal cleft in a cat: a case report / Utilização do obturador palatino para correção de fenda palatina adquirida em gato: relato de caso

Isaka, Luciano Jose Eigio; Viveiros, Bruno Massa de; Carpovicz, Luana; Lautert, Carolina Haluche; Villanova Junior, José Ademar.
Semina Ci. agr.; 41(2): 711-716, 2020.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-763009

Resumo

Palatal malformations rarely occur in small animals. Palatal clefts can affect the upper lip, hard palate, and soft palate, and may be congenital or acquired in origin. The most common acquired forms result from the excision of oral neoplasia, teeth extraction, perforating lesions, automobile accidents, and electric accidents. Clinical signs of a fissured palate are sneezing, purulent nasal discharge, salivary secretion in nasal discharge, difficulty feeding and drinking, and pneumonia due to aspiration, which are the most severe alterations and can lead to death. The treatment of palatal clefts consists of occlusion of the oronasal communication, which can be performed using mucoperiosteal grafts, pedicled flaps, or palatal obturators. Herein, we report a case of an acquired palatal cleft treated with a palatal obturator in a feline patient who bit a high-tension wire. Two attempts of surgical correction had been unsuccessful, resulting in suture dehiscence and perpetuation of the oronasal fistula. After fixation of the obturator, the animal showed remission of all clinical signs. The animal has survived for over one year with improved quality of life.
Os defeitos de palato são ocorrências raras na clínica de pequenos animais. As fendas palatinas podem afetar o lábio superior, palato duro e/ou palato mole, cuja origem pode ser congênita ou adquirida. As formas adquiridas mais comuns são excisão de neoplasias orais, exodontias, lesões perfurantes, acidentes automobilísticos e acidentes com choques elétricos. Os principais sintomas sinais clínicos são espirros, secreção nasal purulenta e salivar, dificuldade de alimentação e ingestão de água sendo a pneumonia por aspiração a alteração mais grave, podendo levar o animal a óbito. O tratamento das fendas consiste na oclusão da comunicação oronasal, que pode ser feita por meio de enxertos mucoperiosteias, flaps pediculados ou com uso de obturadores palatinos. O presente trabalho tem como objetivo relatar o uso de do obturador palatino como método de tratamento de fenda palatina adquirida, em um paciente felino, como causa foi por acidente com fio de alta tensão. Já haviam sido realizadas duas correções cirúrgicas que resultou em deiscência dos pontos e perpetuação da fistula oronasal. Após a fixação do obturador palatino o animal apresentou melhora de todos os sinais clínicos, e da qualidade de vida, e o período de avaliação já superou um ano.
Biblioteca responsável: BR68.1