Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Chronic copper poisoning in sheep from Northern Paraná, Brazil: case report / Intoxicação crônica por cobre em ovinos no norte do Paraná, Brasil: relato de caso

Headley, Selwyn Arlington; Reis, Antônio Carlos Faria dos; Nakagawa, Tizianne Larissa Duim Ribeiro; Bracarense, Ana Paula Frederico Rodrigues Loureiro.
Semina Ci. agr.; 29(1): 179-184, 2008.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-763040

Resumo

Chronic copper poisoning (CCP) in sheep is a severe disease that occurs worldwide. This paper describes the pathological lesions of CCP that occurred in a flock of sheep from Northern Paraná, Southern Brazil. Seven, cross-breed Merino sheep, out of a flock of 14 were affected. Most of these animals demonstrated muscular tremors, nervous symptoms, difficult breathing, and died within 24-48 after the onset of clinical signs. Gross lesions were characterized by generalized icterus, hemoglobinuria, dark colored kidneys, and a softened spleen. Histological findings included tubular renal necrosis, centrilobular hepatic necrosis, and status spongiosis of the white matter of the brain; toxicological evaluation of the liver confirmed CCP.
Intoxicação crônica por cobre (ICC) é uma doença severa de ocorrência mundial. Este artigo descreve as alterações patológicas de ICC que ocorreram em um rebanho de ovinos no norte do Paraná, Brasil. Sete ovinos, cruzados Merino, de um rebanho de quatorze foram afetados. A maioria dos animais demonstrou tremores musculares, manifestações neurológicas, dificuldade respiratória e morreu dentro de 24-48 horas após o início das manifestações clínicas. As alterações macroscópicas foram caracterizadas por icterícia generalizada, hemoglobinúria, rins enegrecidos e o amolecimento do baço. As alterações histológicas incluíram necrose tubular renal, necrose centrolobular do fígado e estatus espongioso do encéfalo; avaliação toxicológica do fígado confirmou a intoxicação.
Biblioteca responsável: BR68.1