Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Osteossíntese de tíbia em macaco prego preto / Tibial osteosynthesis in a black capuchin monkey

Carrera, Alefe Caliani; Moreno, Isabela Ferraro; Luz, Marcela Baggio; Requena, Ricardo; Soares, Thelma Cristina Santos; Coelho, Guilerme Bernardo Cornélio; Lima, Thiago.
Ci. Anim.; 31(02): 192-201, 2021. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-764682

Resumo

O macaco-prego-preto é endêmico em áreas de mata atlântica, porém pode ser encontrado nas demais regiões, como na cidade de Maringá, Paraná, em áreas de reserva ambiental. É uma espécie quase em extinção. Acidentes envolvendo animais selvagens são comuns, principalmente em áreas de reservas próximas a ruas e avenidas. Objetiva-se relatar o caso de um Sapajus nigritus nigritus fêmea, adulta, 3,1kg, que foi resgatada e atendida após atropelamento. Após exame radiográfico no membro pélvico direito, foi constatada fratura exposta grau I, oblíqua curta, da tíbia e fíbula. Após limpeza e imobilização temporária do membro com tala, o animal foi submetido à cirurgia de osteossíntese tibial. O protocolo de medicação pré-anestésica incluiu dexmedetomidina associado à morfina. A indução anestésica foi realizada com propofol e cetamina por via intravenosa. Foi realizado ainda bloqueio epidural com lidocaína. Durante o procedimento cirúrgico foi aplicada placa bloqueada na função de apoio e cinco parafusos bloqueados. Os cuidados pós-operatórios farmacológicos envolveram administração de antibióticos, anti-inflamatórios e analgésicos opioides. Após três dias, o membro retornou à sua funcionalidade. O paciente permaneceu internado 45 dias pós-operatórios para recuperação com os cuidados veterinários. Concluiu-se que o método de fixação da fratura, bem como os protocolos sedativos e anestésicos empregados, são aplicáveis para a espécie citada.(AU)
The black capuchin monkey is endemic in areas of Atlantic Forest, but can be found in other regions, such as the city of Maringá, Paraná, in areas of environmental reserve. It is an almost endangered species. Accidents involving wild animals are common, especially in reserve areas close to streets and avenues. The objective is to report the case of a female, adult, 3.1 kg Sapajus nigritus nigritus, which was rescued and treated after being run over. After radiographic examination of the right pelvic limb, a short degree I, open oblique fracture of the tibia and fibula was found. After cleaning and temporary immobilization of the limb with a splint, the animal was submitted to tibial osteosynthesis surgery. The pre-anesthetic medication protocol included dexmedetomidine associated with morphine. Anesthetic induction was performed with propofol and ketamine intravenously. Epidural blocking was performed with lidocaine. During the surgical procedure, a blocked plate was applied to the support function and five blocked screws. Postoperative pharmacological care involved administration of antibiotics, anti-inflammatory drugs and opioid analgesics. After three days, the limb returned to functionality. The patient remained hospitalized 45 days postoperatively for recovery under veterinary care. It was concluded that the fracture fixation method, as well as the sedative and anesthetic protocols used, are applicable for the mentioned species.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1