Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

AVALIAÇÃO DA INTERFERÊNCIA DE DIFERENTES MÉTODOS DE COLHEITA DE SANGUE VENOSO NAS ANÁLISES LABORATORIAIS DE EQUINOS

WAJNSZTEJN, H.; MELLO, M. C. C. S.; SANTOS, B. L.; SANCHEZ, P. J.; PORTO, A. C. R. C..
Ars vet; 35(3): 109-114, 2019.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-764916

Resumo

Diversos fatores podem alterar uma amostra de sangue, sejam estes relacionados a técnica de obtenção, manuseio e acondicionamento ou a afecções que acometem o paciente. O objetivo desse estudo foi avaliar a interferência de diferentes métodos de colheita de sangue venoso nos resultados de exames bioquímicos comumente solicitados na prática clínica de equinos. A metodologia aplicada envolveu a avalição de amostras obtidas de 14 equinos machos clinicamente saudáveis, sem distinção entre raça e idade. Cada animal foi submetido a punção nas veias jugulares direita e esquerda com o uso de agulha e seringa e pelo sistema de tubo à vácuo. As amostras foram submetidas a dosagens de hemoglobina livre, aspartato aminotransferase, lactato desidrogenase, potássio, glicose, hematócrito, proteína plasmática total, proteína total sérica e fibrinogênio. Os resultados demonstraram que, com exceção do fibrinogênio, não houve diferença entre os grupos. Conclui-se que, respeitando todos os princípios de uma colheita de sangue ideal, não há interferência do método de colheita nos resultados desses parâmetros bioquímicos.
Biblioteca responsável: BR68.1