Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Detection of beta-lactamase, blaZ and mecA in penicillin-resistant Staphylococcus aureus isolated from bovine mastitis in Garanhuns, Brazil / Detecção de beta-lactamase, blaZ e mecA em amostras de Staphylococcus aureus resistentes à penicilina isoladas de mastite bovina em Garanhuns, Brasil

Lucas, Amanda Pereira; Farias, Andriele Renata Barbosa de; Silva, Elizabete Cristina da; Santoro, Kléber Régis; Mendonça, Marcelo; Silva, Elizabete Rodrigues da.
Acta Vet. bras.; 15(2): 140-145, 2021. ilus, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-765310

Resumo

There are few reports in the literature about genetic determinants of resistance to β-lactams in Staphylococcus aureusisolated from dairy cattle located in the municipality of Garanhuns, state of Pernambuco, Brazil. Thus, this study aimed to investigate the production of β-lactamase and the presence of the blaZ and mecA genes in penicillin-resistant S. aureus isolated from cases of subclinical bovine mastitis in the city of Garanhuns. Forty-six strains of penicillin-resistant S. aureus were evalu-ated using the nitrocefin disc test and duplex PCR. The results revealed that 45 strains (97.8%) were positive for β-lactamase production and 44 (95.7%) carried the blaZ gene. Among the latter, 43 (97.7%) were β-lactamase producers and only one (2.3%) was not. The mecA gene was not detected in any of the isolates investigated. The results suggest that enzymatic inacti-vation is the main β-lactam resistance mechanism expressed by S. aureus in the herds analyzed.(AU)
Existem poucos relatos na literatura sobre determinantes genéticos da resistência aos β-lactâmicos em Staphylococcus aureus isolados em rebanhos de bovinos leiteiros localizados no município de Garanhuns, estado de Pernambuco, Brasil. Dessa forma, este estudo teve como objetivo investigar a produção de β-lactamase e a presença dos genes blaZ e mecA em S. aureusresistentes à penicilina isolados de casos de mastite bovina subclínica na cidade de Garanhuns. Quarenta e seis amostras de S. aureus resistentes à penicilina foram avaliadas usando o teste do disco de nitrocefina e PCR duplex. Os resultados demonstra-ram que 45 amostras (97,8%) foram positivas para a produção de β-lactamase e 44 (95,7%) portavam o gene blaZ. Destes últimos, 43 (97,7%) eram produtores de β-lactamase e apenas um (2,3%) não produziu essa enzima. O gene mecA não foi detectado em nenhum dos isolados investigados. Os resultados sugerem que nos rebanhos avaliados a inativação enzimática é o principal mecanismo de resistência aos β-lactâmicos expresso por S. aureus.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1